MÍDIA CORPORATIVA NUNCA FOI TÃO FELIZ NO BRASIL

21/02/2019

 

No dia seguinte à entrega do projeto de Reforma da Previdência pelo presidente Jair Bolsonaro à Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (20), a mídia corporativa festeja a proposta que pode massacrar milhões de brasileiros. Além da capa do jornal estampas "A mais ambiciosa das reformas", o jornal O Estado de S.Paulo trata a proposta que empurra milhões de idosos (e de jovens que são futuros idosos) para a pobreza como a salvação nacional. O veículo publicou uma manchete em seu site intitulada "Não se pode negociar muito a idade mínima", com o subtítulo: "Proposta de reforma da Previdência do governo agradou a um dos maiores especialistas brasileiros no tema, que calcula uma economia de R$ 800 bi em 10 anos, se mudanças no Congresso forem equivalentes a da reforma de Michel Temer". Trata-se de uma entrevista com Paulo Tafner.

 

Abaixo da manchete, o jornal trouxe uma análise de Pedro Nery, consultor do Senado, sobre o projeto e estampou o título: "Análise: 'reforma resgata a Constituição de 88'". Um trecho diz: "A proposta de Bolsonaro para a reforma da Previdência é mais dura do que a de Temer em relação aos que ganham mais, e mais leve em relação aos que ganham menos. O impacto nos 10 primeiros anos – de R$ 1 trilhão só na União, e ainda sem os militares – é o que a Constituição de 1988 precisa para ser salva".

 

Na capa do jornal O Globo o aperto nas aposentadorias e benefícios assistenciais é "redução de privilégios" e economia de R$ 1,1 trilhão. Na tentativa de despertar curiosidades do povo, o veículo da família Marinho também publicou uma manchete no site com o título "Reforma da Previdência: calculadora simula tempo para aposentadoria e valor do benefício", mas, ao mesmo tempo, o jornal tenta convencer a população de que a proposta não atinge tanto os mais pobres. Em outra matéria sobre o tema, expõe o seguinte título: "Reforma cria alíquotas de até 14% para o INSS: quem ganha mais vai pagar mais".

 

"A reforma da Previdência vai mexer nas alíquotas de contribuição dos trabalhadores e vai cobrar uma contribuição maior de quem tem os maiores salários. As alíquotas nominais chegarão a 22% no caso dos servidores e 14% no caso do INSS. A proposta de reforma da Previdência foi entregue nesta quarta-feira ao Congresso pelo presidente Jair Bolsonaro", diz um trecho da matéria.

 

O jornal Folha de S.Paulo publicou uma capa sobre o percentual de contribuição de servidores públicos. Também fez uma manchete em seu sute mais discreta, intitulada "Governo quer alíquota do INSS de até 22% para servidor público". 

 

"A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da reforma da Previdência traz mudanças nas alíquotas de contribuição ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e também ao Regime Próprio de Previdência Social, dos servidores públicos. Atualmente, os contribuintes da iniciativa privada pagam alíquotas fixas de 8%, 9% ou 11% sobre o rendimento, a depender da faixa salarial", afirma o começo da matéria.

 

A proposta de Reforma da Previdência prevê idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres se aposentarem. Também consta no projeto 40 anos de contribuição para o cidadão ter direito a 100% do benefício.

O projeto também implementa o chamado regime de capitalização, em que o trabalhador abre uma conta individual e faz uma espécie de poupança para se aposentar no futuro. 

 

O governo fixou a idade de 70 anos para idosos receberem o Benefício de Prestação Continuidade (BPC). Atualmente a idade é de 65 anos. O valor será de R$ 400, abaixo do salário mínimo vigente no Brasil.

 

 

PUBLICADO ORIGINALMENTE EM:

www.brasil247.com/pt/247/midiatech/384607/Mídia-corporativa-nunca-foi-tão-feliz-no-Brasil.htm

Please reload

PLURALIDADE DE IDEIAS E  DIVERSIDADE DE PENSAMENTOS

Oblog www.esquinademocratica.com aborda temas relacionados à política e à administração pública, sempre a partir da defesa incondicional dos direitos humanos e do pleno exercício da cidadania. Lutamos pela democratização da informação e da comunicação e buscamos exercer o JORNALISMO de forma LIVRE e INDEPENDENTE. Defendemos a pluralidade de ideias e a diversidade de pensamentos, por meio de um jornalismo politicamente engajado em um projeto de sociedade popular e de esquerda.

MAPA
do jornalismo independente no Brasil

O www.esquinademocratica.com está no mapa do jornalismo Independente brasileiro. O mapeamento é realizado desde 2015 pela Pública, primeira agência de jornalismo investigativo sem fins lucrativos do país. No mapa interativo foram selecionadas iniciativas que nasceram na rede, fruto de projetos coletivos e não ligados a grandes grupos de mídia, políticos, organizações ou empresas (http://apublica.org/mapa-do-jornalismo/#_).

asq.png

https://theintercept.com/brasil/

https://www.brasildefato.com.br/

https://www.brasil247.com/

https://www.sul21.com.br/

https://www.redebrasilatual.com.br/

https://revistaforum.com.br/

https://apublica.org/

http://desacato.info/

http://anujornalismo.com/

http://www.nonada.com.br/

www.cartacapital.com.br

http://www.independente.jor.br/

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/

https://www.ocafezinho.com/

http://www.correiocidadania.com.br/

https://passapalavra.info/

https://www.rioonwatch.org/

https://www.novaimprensa.com/

http://revistaberro.com/

http://marcozero.org/

https://midiaindependente.org/

https://outraspalavras.net/

https://enoisconteudo.com.br/agencia/

http://revistagambiarra.com.br/

https://subversivos.libertar.org/

https://mobilize.org.br/

https://www.facebook.com/coletivosup/?fref=ts

https://www.extraclasse.org.br

https://www.pressenza.com/pt-pt/

https://www.jornalja.com.br/

https://operamundi.uol.com.br/

https://www.saibamais.jor.br/

http://www.anf.org.br/

http://periferiaemmovimento.com.br/

https://azmina.com.br/

http://ecos-periferia.blogspot.com/

https://www.viomundo.com.br/

http://jornalocidadao.net/

https://revistaafirmativa.wixsite.com/afirmativa

http://faroljornalismo.cc/blog/

http://jornalismojunior.com.br/

https://calle2.com/

https://gz.diarioliberdade.org/

https://medium.com/brio-stories

http://jornalismocolaborativo.com/

http://coletivocatarse.com.br/

https://www.nexojornal.com.br/

https://www.jota.info/

https://jornalistaslivres.org/

https://catarinas.info/

https://reporterbrasil.org.br/

https://www.facebook.com/MidiaNINJA/

http://baraodeitarare.org.br/site/

http://www.fluxo.net/

http://reinventajornalista.com.br/

http://jornalismob.com/

https://paragrafo2.com.br/

https://www.cnet.com/news/?tag=typo

http://desabafosocial.com.br/

https://aosfatos.org/

http://www.aescotilha.com.br/

NOTÍCIAS

Please reload

ARQUIVOS