Com segunda denúncia à vista, Temer retalia com mais demissões

 

Jornal GGN - No cenário em que retaliações do atual presidente Michel Temer contra aliados ou parlamentares da base são vistas na forma de demissões de cargos de confiança, o governo federal demitiu, em cinco dias, 66 servidores indicados por deputados que votaram a favor da última denúncia contra Temer na Câmara.

 

O levantamento é do Poder360, que fez os cálculos do dia 28 de agosto até o dia 1º de setembro, última sexta-feira. O GGN mostrou que postos de segundo e terceiro escalão estavam sendo usados pelo mandatário como forma de pressão para a segunda denúncia que deve chegar nos próximos dias. Na base do temor, o Planalto pretende conquistar nova maioria e ser absolvido.

 

Entretanto, somou para a agilidade nas demissões e exonerações de apadrinhados políticos a pressão feita pelo próprio PMDB e partidos aliados que se mantiveram fiéis e colocaram seus nomes em risco ao público pela permanência de Temer no poder. Na última semana de agosto, cálculos de jornais como a Folha de S. Paulo davam conta de mais de 100 demissões.

 

Todos eram indicados ou nomeados por deputados que votaram contra Michel Temer na peça da Câmara, ou seja, a favor da denúncia tramitar no Supremo Tribunal Federal (STF) e o peemedebista ser investigado pela Corte Suprema brasileira. 

 

Alguns postos haviam sido brecados e as decisões de demitir, após as repercussões nos noticiários, estavam paralisadas. Entretanto, com a ameaça de a próxima peça contra o atual presidente da República chegar em breve ao Congresso, os parlamentares voltaram a pressionar o governo, possivelmente na forma de articulações para manter votos de interesse do governo.

 

Nessa corrida pelas demissões, ainda que com o agravamento da crise da imagem de Temer pelas repercussões, o mandatário preferiu manter os aliados que restam e demitir outros nomeados em superintendências e autarquias regionais. 

 

O levantamento do Poder360 trouxe a confirmação do motivo: "as punições integram a estratégia do Planalto de enviar 1 recado aos deputados. Para manter cargos no governo, é preciso votar conforme a orientação do Planalto", publicou o portal.

 

Os nomes de todos os 66 demitidos foram inseridos nesta tabela (abaixo): são postos no IBGE, no Instituto Chico Mendes, ANTT, Agência da Previdência, Ibama, Funasa e até a delegacia da Receita Federal. Por outro lado, a reportagem de Gabriel Hirabahasi informa que, ao mesmo tempo que as retaliações são claras, há espaço para os infiéis que desejam voltar a ter apadrinhados em cargos regionais: bastaria votar a favor de Temer nesta segunda denúncia que chega à Câmara.

 

PUBLICADO ORIGINALMENTE EM:

http://jornalggn.com.br/noticia/com-segunda-denuncia-a-vista-temer-retalia-com-mais-demissoes

FOTO: Marcos Corrêa/PR

Please reload

PLURALIDADE DE IDEIAS E  DIVERSIDADE DE PENSAMENTOS

Oblog www.esquinademocratica.com aborda temas relacionados à política e à administração pública, sempre a partir da defesa incondicional dos direitos humanos e do pleno exercício da cidadania. Lutamos pela democratização da informação e da comunicação e buscamos exercer o JORNALISMO de forma LIVRE e INDEPENDENTE. Defendemos a pluralidade de ideias e a diversidade de pensamentos, por meio de um jornalismo politicamente engajado em um projeto de sociedade popular e de esquerda.

MAPA
do jornalismo independente no Brasil

O www.esquinademocratica.com está no mapa do jornalismo Independente brasileiro. O mapeamento é realizado desde 2015 pela Pública, primeira agência de jornalismo investigativo sem fins lucrativos do país. No mapa interativo foram selecionadas iniciativas que nasceram na rede, fruto de projetos coletivos e não ligados a grandes grupos de mídia, políticos, organizações ou empresas (http://apublica.org/mapa-do-jornalismo/#_).

asq.png

https://theintercept.com/brasil/

https://www.brasildefato.com.br/

https://www.brasil247.com/

https://www.sul21.com.br/

https://www.redebrasilatual.com.br/

https://revistaforum.com.br/

https://apublica.org/

http://desacato.info/

http://anujornalismo.com/

http://www.nonada.com.br/

www.cartacapital.com.br

http://www.independente.jor.br/

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/

https://www.ocafezinho.com/

http://www.correiocidadania.com.br/

https://passapalavra.info/

https://www.rioonwatch.org/

https://www.novaimprensa.com/

http://revistaberro.com/

http://marcozero.org/

https://midiaindependente.org/

https://outraspalavras.net/

https://enoisconteudo.com.br/agencia/

http://revistagambiarra.com.br/

https://subversivos.libertar.org/

https://mobilize.org.br/

https://www.facebook.com/coletivosup/?fref=ts

https://www.extraclasse.org.br

https://www.pressenza.com/pt-pt/

https://www.jornalja.com.br/

https://operamundi.uol.com.br/

https://www.saibamais.jor.br/

http://www.anf.org.br/

http://periferiaemmovimento.com.br/

https://azmina.com.br/

http://ecos-periferia.blogspot.com/

https://www.viomundo.com.br/

http://jornalocidadao.net/

https://revistaafirmativa.wixsite.com/afirmativa

http://faroljornalismo.cc/blog/

http://jornalismojunior.com.br/

https://calle2.com/

https://gz.diarioliberdade.org/

https://medium.com/brio-stories

http://jornalismocolaborativo.com/

http://coletivocatarse.com.br/

https://www.nexojornal.com.br/

https://www.jota.info/

https://jornalistaslivres.org/

https://catarinas.info/

https://reporterbrasil.org.br/

https://www.facebook.com/MidiaNINJA/

http://baraodeitarare.org.br/site/

http://www.fluxo.net/

http://reinventajornalista.com.br/

http://jornalismob.com/

https://paragrafo2.com.br/

https://www.cnet.com/news/?tag=typo

http://desabafosocial.com.br/

https://aosfatos.org/

http://www.aescotilha.com.br/

NOTÍCIAS

Please reload

ARQUIVOS