VÍDEO PRODUZIDO NO URUGUAI MOSTRA, DE FORMA SIMPLES, A IMPORTÂNCIA DO DISTANCIAMENTO SOCIAL


O vídeo abaixo, que foi produzido e está sendo veiculado no Uruguai, é bem simples e de fácil compreensão. Em menos de 30 segundos, a peça publicitária transmite a mensagem de forma simples, direta e objetiva. Uma síntese de como o vírus se prolifera e como o distanciamento pode interromper esse processo extremamente veloz da contaminação do coronavírus. O avanço da Covid-19 no Brasil, que já começa a perceber a força da segunda onda da pandemia, tem sido uma constante preocupação para o país vizinho. O Uruguai é um dos países com melhor desempenho em relação à proliferação do vírus na América Latina. O sucesso no combate ao SARS-Cov-2 também pode ser explicado pela forma como são produzidos os materiais publicitários. O vídeo abaixo, apenas com imagens e nenhuma palavra, pode estar relacionado à presença de um número cada vez maior de brasileiros na fronteira do país. O fato é que qualquer pessoas compreende a mensagem.

A estratégia aplicada no combate à pandemia pelo Uruguai, além de eficaz, é única na região: o pais controla os contágios mesmo dando liberdade total aos seus cidadãos. No dia 25 de setembro, uma grande "marcha pela diversidade" levou uma multidão de jovens às ruas de Montevidéu. Dois dias depois, o país enfrentou eleições municipais. A campanha eleitoral na reta final e as comemorações nos dias posteriores fizeram o número aumentar. Em novembro, os 500 casos ativos passaram a mais de mil. Mesmo assim, os números estão entre os melhores do mundo.


Com 3.450 milhões de habitantes - metade em Montevidéu-, o número total de contaminados em novembro era de 5.117 pessoas. Os contaminados ativos somavam 1.022 e os mortos apenas 74. Cabe lembrar que o Uruguai é dos países com maior percentual de idosos na América Latina - justamente o grupo de maior risco. Quase 20% da população têm mais de 60 anos e, destes, 10% têm mais de 85 anos. Porém, um dos fatores mais importantes em relação aos resultados obtidos no combate à covid-19 é que a totalidade da população uruguaia tem acesso à rede hospitalar e ao saneamento básico. O sistema de saúde, integrado entre público e privado, permite a complementação de leitos sem custos para o Estado. O país também desenvolveu um sistema expandido de atendimento hospitalar a domicílio. São unidades de emergência através das quais os médicos vão até os pacientes e medicamentos são entregues sem que ninguém tenha de sair de casa.

Dezembro é um mês festivo com reuniões, despedidas e circulação interna. Pode ser também o ponto de inflexão para o Uruguai manter ou perder o controle do vírus, apesar de o país ter conseguido domá-lo até agora.