TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RJ DETERMINA QUE FILHOS DE BOLSONARO APAGUEM POSTAGENS SOBRE JEAN WYLLYS


Os filhos dois filhos do presidente Jair Bolsonaro, Carlos e Eduardo, têm 24 horas para apagarem as publicações que relacionam o ex-deputado Jean Wyllys a Adélio Bispo, autor da facada em Bolsonaro, em 2018, durante campanha à Presidência da República. A determinação partiu de uma decisão do juiz Diogo Boechat, do 5º Juizado Especial Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), nesta quarta-feira (3/6). Em caso de descumprimento, será aplicada multa diária no valor de R$ 1 mil. Na segunda-feira (1/6), outros deputados bolsonaristas, como Bia Kicis (PSL-DF), também foram notificados sobre decisão semelhante. Na terça-feira, o mesmo tribunal determinou que Olavo de Carvalho apagasse cinco postagens contra Jean Wyllys. 

0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png