RIO GRANDE DO SUL REGISTRA 1.611 MORTES E MAIS DE 60 MIL INFECTADOS DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA


O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou nesta segunda-feira (27/7) que oito regiões do estado permanecem com bandeira vermelha, exatamente igual aos dados da semana passada. Ou seja, os municípios classificados como de alto risco são: Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Palmeira das Missões, Passo Fundo e Caxias do Sul. As demais regiões do estado estão na cor laranja, considerado como de risco médio. O Rio Grande do Sul registrou nesta segunda-feira (27) 40 óbitos e 311 novos casos de covid-19. O Estado tem agora, de acordo com a Secretaria de Saúde, 1.611 mortes e 60.044 diagnósticos positivos para a doença desde março.

O registro dos óbitos desta segunda-feira por coronavírus são de moradores de: Alvorada (6), Araricá, Bagé, Barra do Ribeiro, Bento Gonçalves, Cachoeirinha, Camaquã, Campo Bom, Canoas (2), Caxias do Sul, Estância Velha, Esteio, Garibaldi, Gravataí, Ijuí, Marau, Passo Fundo, Porto Alegre (7), Rio Grande, Ronda Alta, Santo Antônio da Patrulha, Santo Augusto, São Vendelino, Sapucaia do Sul (3), Três Coroas, Viamão.


A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Rio Grande do Sul nesta segunda-feira estava em 77,3%. Em Porto Alegre, há 352 pacientes em UTIs diagnosticados ou com suspeita de coronavírus. Mesmo com a recente ampliação no atendimento, 88,72% dos leitos estavam ocupados nesta segunda.Dos 497 municípios do estado, 461 já registram casos da doença. Porto Alegre é a cidade com maior número de mortes por covid-19. No total, 273 pessoas moradores da capital gaúcha já perderam a vida em função do vírus. Canoas registrou 80 óbitos, seguida de Novo Hamburgo com 76, Passo Fundo com 65 e Bento Gonçalves com 64 mortes.

0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png