RIO GRANDE DO SUL E PORTO ALEGRE REGISTRAM NÚMERO RECORDE DE MORTOS POR CORONAVÍRUS NESTA TERÇA 28/7


Os gaúchos estão diante de um grande desafio em relação à pandemia de coronavírus. Nos próximos dias, os moradores do Rio Grande do Sul terão de aderir ao distanciamento como forma de barrar a propagação do covid-19 no estado. Nesta terça-feira (28/7), tanto o Rio Grande do Sul quanto Porto Alegre registraram números recordes de mortes, desde o início da pandemia. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, foram registrados 68 mortes associadas à doença, nas últimas 24 horas, o que eleva o número total de óbitos para 1.679 óbitos, desde o início da pandemia. Também foram confirmados 2.405 novos casos da doença, elevando o total para 62.348 pessoas infectadas.


Porto Alegre registrou 21 mortes nas últimas 24 horas, o maior número até óbitos registrado em um dia, durante o período de pandemia. As demais vítimas fatais são dos municípios de Novo Hambrugo (5), Passo Fundo (4), Alvorada (4), São Leopoldo (3), Canoas (3), Rio Grande (3), Sapucaia do Sul (2), Esteio (2), Canela (2), Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Marau, Pelotas, Farroupilha, Sapiranga, Santiago, Uruguaiana, Sarandi, Guaíba, Estância Velha, Triunfo, Veranópolis, São José do Norte, Rosário do Sul, Três Coroas, Balneário Pinhal, São João da Urtiga e Morro Redondo.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI nesta tarde estava em 77% no Estado todo. Em Porto Alegre, o índice era de 88,54%. A Capital tinha, por volta das 17h, 352 pacientes diagnosticados ou com suspeita de covid-19 nas unidades de terapia intensiva.

0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png