PORTO ALEGRE E BENTO GONÇALVES SÃO AS CIDADES GAÚCHAS QUE TERÃO AS PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS DE 5G


A Claro foi a primeira operadora a disponibilizar o serviço 5G no Brasil. A primeira fase do 5G no país começou nesta semana com a operadora Claro, que passou a disponibilizar o serviço em alguns pontos das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. A Vivo vai ativar o sinal a partir do dia 24 de julho em oito municípios brasileiros, entre eles Porto Alegre. A TIM fará o lançamento em setembro e Bento Gonçalves será uma das cidades com acesso a 5G, além de Itajubá (MG) e Três Lagoas (MS). Qualquer cliente dessas operadoras, independentemente do plano, terá acesso ao 5G nas áreas de coberturas, desde que possua, entretanto, um aparelho compatível. Não haverá custos adicionais para o uso do serviço.

A primeira fase da implantação do 5G no Brasil terá poucas áreas de cobertura e o serviço deverá ser ampliado apenas depois do leilão da Anatel, previsto para o ano que vem. Apesar dos avanços em relação à introdução do serviço, é importante que os usuários saibam que o Brasil tem apenas um aparelho que suporta o 5G. Por enquanto, o único modelo de aparelho celular que suporta o 5G no país é o Motorola Edge, lançado neste mês e que custa cerca de R$ 5 mil, com memória de 128 GB. O Samsumg Galaxy S20 com 128 GB também é vendido pelo mesmo valor e o iPhone 11, com memória equivalente, é comercializado por de R$ 5,3 mil. O Motorola Edge é compatível com a tecnologia 5G DSS e 5G. Já o Motorola Edge Plus não aceita o 5G DSS, somente o 5G, o que significa que o aparelho só vai acessar o 5G depois do leilão de frequências.

As três operadoras de telecomunicações vão ativar o sinal da internet móvel de quinta geração (5G), tecnologia que promete uma conexão cerca de dez vezes mais veloz do que o 4G, até setembro. Neste mês, duas empresas lançam o serviço, mas muito limitado. O sinal só vai ser ativado em alguns bairros de oito capitais do país. Uma outra questão é que a nova tecnologia ainda não conta com todo o potencial prometido pelo 5G. Esta é apenas uma fase inicial, na qual as operadoras ativam o novo sinal a partir de um recurso que permite compartilhar frequências utilizadas pela rede 4G. Este recurso é chamado de DSS (Dynamic Spectrum Sharing, ou Compartilhamento Dinâmico de Espectro).

0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png