POLICIAL LEONEL RADDE AFIRMA QUE GRUPO NEONAZISTA ESTARIA PLANEJANDO ATAQUE A ANTIFASCISTAS, NO RS


Um grupo de neonazistas de extrema-direita estaria planejando ataques violentos contra manifestantes pró-democracia e antifascistas no Rio Grande do Sul. A informação foi divulgada pelo policial civil Leonel Radde, na sexta-feira (19/6). Conhecido por sua atuação contra grupos neonazistas e neofascistas em suas redes sociais, o policial informou que fará uma live para mostrar as provas da organização dos ataques de neonazistas.

"Estarrecedoras as informações que recebi sobre um grupo da extrema direita formado por Skinheads e Neonazistas que estão planejando ataques violentos contra manifestantes pró-democracia e ANTIFAS no RS. Supostamente, existem agentes da segurança pública e políticos envolvidos”, escreveu Leonel Radde, na sua página no face. Apesar da pandedmia do coronavírus e do isolamento social, as manifestações antifascistas têm sido realizadas como forma de impedir que bolsonaristas realizem atos em defesa do fechamento do Congresso e pelo retorno da ditadura militar no Brasil. O grupo Antifascistas pela Democracia é formado por representantes de torcidas organizadas, de coletivos, movimentos sociais, estudantes, trabalhadores de diversas áreas. Além de Porto Alegre, os atos antifascistas foram realizados em São Paulo e no Rio de Janeiro.

O policial civil Leonel Radde, membro do grupo Policiais Antifascismo, denunciou através de um vídeo divulgado pelo YouTube, a realização de um festival neonazista na cidade de Canoas/RS, em janeiro deste ano. Radde, que foi candidato a deputado estadual pelo PT no Rio Grande do Sul e teve mais de dez mil votos, salientou na ocasião que de acordo com a lei 7716/89, apologia ao nazismo, atos de racismo são crimes e têm uma pena razoável.

0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png