PELO SEGUNDO DIA SEGUIDO, RIO GRANDE DO SUL BATE RECORDE DE MORTES CAUSADAS PELO CORONAVÍRUS


Pelo segundo dia seguido, o número de mortes por covid-19 no Rio Grande do Sul, registradas em 24 horas, bateu novo recorde. A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou, na tarde desta quarta-feira (29/7), mais 70 mortes por coronavírus no estado. Ontem, terça-feira (28/7), foram registrados 69 óbitos no RS. Desde o início da pandemia, 1.750 pessoas morreram no estado. No total, o Rio Grande do Sul tem 64.496 casos, sendo que 54,9 mil (85% do total) estão recuperados. De acordo com a SES, nas últimas 24 horas foram notificados 2,2 mil novos casos de covid-19 no estado.


A cidade gaúcha com maior número de óbitos nas últimas 24 horas foi Porto Alegre, com 14 mortes; seguida de Canoas, com cinco mortes; São Leopoldo e Igrejinha, com quatro óbitos; além de Rio Grande, Sapiranga e Alvorada, cada uma com três mortes. Bento Gonçalves, Viamão, Passo Fundo e Ibiraiaras registraram duas mortes, em cada cidade. Já os municípios de Ijuí, Imbé, Novo Hamburgo, Barra do Ribeiro, Campo Bom, Canela, Caxias do Sul, Charrua, Dezesseis de Novembro, Estância Velha, Esteio, Rosário do Sul, Santa Maria, Santo Antônio das Missões, São Borja, São Jerônimo, Alegrete, Antônio Prado, Barra do Quaraí, Serafina Corrêa, Sertão, Tapejara e Triunfo registraram um óbito, cada. 

O coronavírus já chegou a 94% dos municípios gaúchos. O seja, foram registrados casos da doença em 465 dos 497 municípios gaúchos.


LEITOS DE UTI

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado na tarde de hoje estava em 76,4%. Já em Porto Alegre, voltou a ultrapassar 90%, mesmo depois da ampliação nos leitos, que vinha garantindo índices mais baixos nos últimos dias. De acordo com banco de dados disponibilizado pelo Município, 90,27% dos leitos de UTI da Capital estão ocupados, com 354 pacientes entre diagnosticados e com suspeita de contaminação pelo novo coronavírus. Cerca de 50% dos leitos de unidades de terapia intensiva da Capital estão, neste momento ocupados por pacientes de covid-19.

rodapé ed.png