LUTO NO FUTEBOL: MORTE DO ARGENTINO DIEGO MARADONA COMOVE O MUNDO


LUTO NO FUTEBOL: MORTE DO ARGENTINO DIEGO MARADONA COMOVE O MUNDO

A morte do argentino Diego Armando Maradona, nesta quarta-feira (25/11), deixa o mundo do futebol em luto. Maradona morreu no final da manhã, após passar mal e sofrer uma parada cardiorrespiratória. O astro argentino tinha 60 anos e se recuperava em casa de uma cirurgia no cérebro. No começo do mês, Maradona foi internado com sintomas de anemia. Hospitalizado, foi descoberto uma hemorragia em seu cérebro e ele precisou passar por uma cirurgia para drenar o sangue. A internação durou uma semana. No dia 12 de novembro, o ex-jogador teve alta. Desde então, Maradona se recuperava em casa, em Tigre, que fica na região metropolitana de Buenos Aires. Maradona foi Campeão Mundial pela Argentina em 1986. A carreira do ex-astro foi marcado pelo desempenho em campo e também pelas polêmicas fora dos gramados. Ao todo, Maradona vestiu a camisa 10 da seleção argentina em 91 jogos. Participou de quatro Copas do Mundo, nos anos 82, 86, 90 e 94. Mas foi no Mundial nos Estados Unidos que sua trajetória brilhante foi abalada, ao ser pego no antidoping, logo no primeiro exame feito no início da competição. Maradona também foi preso, em 1991, por porte e consumo de cocaína em Buenos Aires. Em 2001, ele se pronunciou sobre a luta contra o vício: "Errei e paguei, mas o que fiz em campo não se apagou". Maradona passou pelos clubes Argentinos Juniors, Boca Juniors, seu time do coração, Barcelona, Napoli, Sevilla, Newell's Old Boys e encerrou a carreira no Boca, em 1998.