HUMOR ÁCIDO E REFINADO DO GRIFO FAZ DURAS CRÍTICAS À ATUAÇÃO DO GOVERNO BOLSONARO FRENTE À COVID-19

A terceira edição do Grifo, jornal dos cartunistas da Grafar, lançada na sexta-feira (15/1), faz duras críticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro, sempre com aquele humor ácido e refinado. "Enquanto o mundo começa a vacinação, a direita brasileira disputa beleza para saber quem será seu candidato em 2022. Um dia a pandemia está na fase final, no outro, despreza-se o trabalho de um laboratório para uma semana depois querer comprar toda a produção. Se deixar de choramingar favores para a Índia e dizer que o país está quebrado. Já passamos de 200 mil mortes, com recorde de desemprego, queda da inflação e inflação crescendo. Saúde e administração são apenas palavras pra plateia encantada", alerta a publicação, que tem 20 páginas e é editada em formato digital.


A equipe reúne antigos e novos militantes do traço e das palavras. São eles: Marco Antônio Schuster é o editor da publicação, que tem o design gráfico e a editoração do Hals e conta com a participação de Alisson Affonso, Bier, Dóro, Edgar vasques, Felipe Coelho, Hals, Latuff, Lu Vieira, Moisés Mendes, Uberti, Santiago, Schröder, Paulo de Tarso Ricordi, Vicente, Rafael Correa e Wagner Passos. A obra é a Grafar (Grafistas Associados do Rio Grande do Sul).