ENTIDADES SOCIAIS PROMOVEM "VIRADA PELA DEMOCRACIA NAS REDES SOCIAIS", SÁBADO E DOMINGO (4 E 5/7)


Mais de 70 entidades integram um dos maiores movimentos coletivos no país, que tem como objetivo defender a democracia em contraponto ao fascismo que cresce na sociedade brasileira, a partir das políticas defendidas pelo governo Bolsonaro e seus seguidores. A campanha Brasil pela Democracia, lançada na segunda-feira, dia 29 de junho, cresce a cada dia e se espalha pelo país. Neste fim de semana, o movimento promove a "Virada pela Democracia", com diversas atividades no sábado e no domingo (4 e 5/7). A abertura da virada será nesta sexta-feira (3), às 18h, com uma live sobre mobilização social para responder à crise, transmitida na página do Facebook do movimento. Entre os participantes estão a bióloga e presidente do Instituto Questão de Ciência, Natália Pasternak, e o médico sanitarista Eugenio Scannavino Netto, do projeto Saúde e Alegria. Em Poto Alegre, o Comitê em Defesa da Democracia e do Estado Democrático de Direito, a Associações dos Juristas pela Democracia e a Associação dos Juízes para a Democracia promovem um "esquenta", na noite de sexta-feira (3/7).


A programação ao longo do final de semana inclui painéis sobre liberdade de imprensa, participação política, corrupção, meio-ambiente e ditadura, além de atividades culturais e manifestações, que poderão ser acompanhados nas redes sociais das entidades participantes da campanha. Entre as entidades que integram o movimento Brasil pela Democracia estão a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência(SBPC), Comissão Arns , além de centrais sindicais e movimentos populares.


O site da iniciativa frisa que a vida no país está ameaçada pela "descoordenação do governo federal no combate à pandemia" da Covid-19. As ações incluem o uso das hashtags #BrasilpelaDemocracia e #BrasilpelaVida. Entre os participantes estão a bióloga e presidente do Instituto Questão de Ciência, Natália Pasternak, e o médico sanitarista Eugenio Scannavino Netto, do projeto Saúde e Alegria. A programação ao longo do final de semana inclui painéis sobre liberdade de imprensa, participação política, corrupção, meio-ambiente e ditadura, além de atividades culturais e manifestações, que poderão ser acompanhados nas redes sociais das entidades participantes da campanha.


No sábado, às 16h, a ABI promove um painel sobre o projeto de lei sobre fake news, aprovado pelo Senado e em tramitação na Câmara. No domingo, a OAB realiza, a partir das 11h, uma live com manifestos em defesa da democracia do presidente da entidade, Felipe Santa Cruz, e ex-presidentes da ordem. As atividades deste final de semana buscam promover um evento virtual da campanha, marcado para o dia 19 de julho e cuja programação ainda será divulgada. Paralelo à virada, no sábado, organizações realizam um ato em defesa da democracia e contra o governo a partir das 14h, em frente ao Masp, na avenida Paulista, em São Paulo.

ABERTURA DA VIRADA PELA DEMOCRACIA

VÍDEO DE LANÇAMENTO DA CAMPANHA



0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png