DIA 1º JULHO, O BRASIL TERÁ A PRIMEIRA GREVE GERAL DE ENTREGADORES DE DELIVERY - MOTOBOYS E BIKERS

No dia 1º de julho, o Brasil estará diante da primeira greve geral de entregadores de delivery –motoboys e bikers. Descontentes com o valor pago pelas empresas por quilômetro rodado, pelas regras impostas pelos aplicativos e também pela falta de condições de segurança para exercerem a função, os trabalhadores deste setor reivindicam o aumento do pagamento pelas corridas, o fim dos bloqueios e desligamentos indevidos e a obrigatoriedade das empresas disponibilizarem os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). Se por um lado a pandemia de coronavírus gerou um aumento de entregas, em função do isolamento social e das restrições que atingem principalmente os restaurantes, por outro trouxe à tona a polêmica precarização das relações de trabalho. De acordo com os trabalhadores, todas as empresas de delivery pagam R$ 0,93 por km rodado em cada viagem e, muitas vezes, o critério de escolha do motorista para atender um chamado não é claro.


Jornalistas Livres - A jornalista Clara Domingues entrevistou Ythalo Portela, um dos organizadores da paralisação dos entregadores de aplicativos de Goiânia , que explicou as reivindicações da classe para a greve nacional do dia 1° de Julho.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H