APOIADORES DE BOLSONARO TENTAM INVADIR O CONGRESSO NACIONAL, APÓS RETIRADA DE BARRACAS DE ATIVISTAS


O sábado (13/6) não foi nada tranquilo em Brasília, após a tentativa do grupo 300 do Brasil, de invadir o Congresso Nacional. O grupo chegou a subir no prédio, na parte externa onde ficam gôndolas, enquanto um megafone reproduzia uma frase de Jair Bolsonaro: "Acabou, porra". A ação foi uma resposta ao desmonte do acampamento que aconteceu no mesmo dia pela manhã. O Governo do Distrito Federal desmontou as barracas do grupo, que estava instalado de maneira irregular na Esplanada dos Ministérios. Assista o vídeo do portal Congresso em Foco. 


SARA WINTER

A ativista bolsonarista Sara Winter reclamou no Twitter que a Polícia Militar do Distrito Federal desmontou, neste sábado, o acampamento "300 do Brasil", de apoio a Jair Bolsonaro em Brasília. Sara afirmou que a PM destruiu a militância bolsonarista e cobrou reação do presidente. "As 6 horas da manhã a Polícia Militar do Distrito Federal junto à Secretaria de Segurança desmantelou baixo gás de pimenta e agressões. Barracas, geradores, tendas, tudo tomado à força! A Militância bolsonarista foi destruída hoje. Presidente, reaja!!!", escreveu.

rodapé ed.png