SECRETÁRIO DA CULTURA DE BOLSONARO É EXONERADO APÓS FAZER PROPAGANDA EXPLÍCITA DO NAZISMO


Roberto Alvim foi exonerado no início da tarde desta sexta-feira (17/1). A informação da exoneração de Alvim foi repassada por meio da assessoria de imprensa da Secretaria Especial da Cultura. A exoneração é resultado da pressão exercida por diversos segmentos da sociedade, que acusam Alvim de fazer propaganda explícita do nazismo. O secretário nacional de Cultura, Roberto Alvim, copiou a proposta nazista ao propor uma nova arte para o Brasil.

Reproduzindo uma fala de Joseph Goebbels, ideólogo da propaganda nazista, ele propôs uma nova arte para o Brasil. "A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional. Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e será igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada", disse ele.

De acordo com o blog de Matheus Leitão, do G1, funcionários da secretaria dizem que acompanharam a produção do pronunciamento e que Alvim sabia das semelhanças com os discursos do ministro nazista. Até por isso a estética do vídeo era parecida com a propaganda nazista, e não apenas as frases de Goebbels.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png