INSPIRADAS NAS CHILENAS, MULHERES GAÚCHAS REPLICAM "UN VIOLADOR EN TU CAMINO"


Centenas de mulheres gaúchas participaram de uma manifestação no sábado, dia 7 de dezembro, junto ao Monumento ao Expedicionário, no Parque da Redenção, em Porto Alegre. A atividade foi inspirada na performance “Um estuprador em teu caminho”, organizada pelo coletivo feminista LasTesis, que reuniu mais de dez mil mulheres em Santiago, no Chile, no dia 4 de dezembro. A mobilização realizada na Capital gaúcha foi convocada por mulheres independentes e contou com o apoio do Centro Acadêmico Dionísio, do curso de teatro da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

A performance das chilenas serviu para denunciar os abusos do Estado, especialmente os de caráter sexual, cometidos por policiais e militares, desde o início dos protestos contra o governo de Sebastián Piñera. A mobilização de Santiago viralizou nas redes sociais e inspirou mulheres de diversos países da América Latina e também da Europa, que passaram a fazer atividades semelhantes contra governos conservadores, neoliberais ou opressores em cidades do mundo inteiro, adaptadas à realidade de cada local.

Em Porto Alegre, as manifestantes fizeram alusão ao presidente Jair Bolsonaro, referindo-se a ele como o amigo dos assassinos de Marielle Franco. A vereadora do PSOL do Rio de Janeiro foi morta no dia 14 de março de 2018, juntamente com seu motorista Anderson Gomes. Segundo denúncia encaminhada ao Ministério Público, o sargento reformado Ronnie Lessa seria o autor dos tiros contra a vereadora. Lessa morava no mesmo condomínio de Jair e Carlos Bolsonaro, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. Até hoje, o crime não foi solucionado.

A primeira intervenção das chilenas foi realizada no dia 25 de novembro, dia mundial de luta pelos direitos das mulheres.

ASSISTA AO VÍDEO


4 visualizações

Jornalista Responsável - Alexandre Costa (mtb -7587)