TRABALHADORES DO MST FORAM ALVEJADOS COM TIROS DE BALAS DE BORRACHA DURANTE COLHEITA DE CASTANHAS, N


O Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST) denunciou mais uma ação violenta de policiais militares aos trabalhadores rurais. Os ataques ao movimento de luta pela reforma agrária intensificaram-se desde que Bolsonaro assumiu a presidência do Brasil. Nesta quarta-feira (4/12), o MST publicou um vídeo em sua página, com a agressão sofrida por trabalhadores rurais, no Pará, durante a colheita de castanhas, na terça-feira (3/12), quando foram vítimas de tiros de balas borracha. Os trabalhadores denunciaram a agressão e registraram o fato na Delegacia Especializada em Conflitos Agrários, em Marabá.



5 visualizações

Jornalista Responsável - Alexandre Costa (mtb -7587)