PERSONALIDADES BRASILEIRAS DENUNCIAM AO MUNDO A PRISÃO DE LULA E O ATAQUE À DEMOCRACIA BRASILEIRA


Um grupo de 14 personalidades brasileiras assinou um manifesto histórico para denunciar ao mundo o ataque à democracia e ao estado de direito. O documento, assinado por Chico Buarque, Raduan Nassar, Dalmo Dallari, Sebastião Salgado, Bresser-Pereira e Marilena Chauí, entre outros, chama a atenção da sociedade brasileira e da comunidade internacional para a grande injustiça que vem sendo cometida contra o ex-presidente Lula.

Além de atingir o cerne da cidadania, do estado de direito e da verdadeira justiça no Brasil, o manifesto alerta para o fato de que o processo contra o ex-presidente Lula foi "cruel, conduzido com parcialidade e com objetivos políticos".

Em dezembro de 2015, durante o processo de impeachment de Dilma Rousseff, a Operação Lava Jato trabalhou de forma sistemática para prender o ex-presidente Lula. A grande mídia colaborou para criar uma imagem negativa em relação a Lula, relacionando-o aos casos de corrupção no país. Do momento em que Sergio Moro começou a espionar o ex-presidente até agosto de 2016, o Jornal Nacional (TV Globo) dedicou 13 horas de notícias contra Lula, o que representa quatro minutos por noite. Os números foram divulgados pelo Laboratório de Estudos de Mídia da UERJ. Desta forma, o país foi preparado para a denúncia do PowerPoint de Deltan Dallagnol, que viria em setembro. Foi a maior campanha jamais vista contra um líder brasileiro, precedendo a prisão injusta e a cassação da candidatura de Lula em 2018.

LEIA O DOCUMENTO

Somos brasileiras e brasileiros de diversas origens, atividades e convicções, unidos por uma comunhão de valores: democracia, justiça e respeito aos direitos humanos. Neste momento grave na história de nosso país, consideramos nosso dever chamar a atenção da sociedade brasileira e da comunidade internacional para a grande injustiça que vem sendo cometida contra um líder que encarna aqueles valores, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Por entendermos que a prisão de Lula atinge o cerne da cidadania, do estado de direito e da verdadeira justiça no Brasil, apoiamos e divulgamos este documento que denuncia os abusos e ilegalidades de um processo cruel, conduzido com parcialidade e objetivos políticos. E como não há nada oculto que não venha a ser revelado, está nas mãos do Supremo Tribunal Federal corrigir esse erro, para restabelecer a verdade e proporcionar a pacificação democrática do país.

Celso Amorim, diplomata

Chico Buarque de Hollanda, compositor

Dalmo de Abreu Dallari, jurista

Gilberto Gil, músico

Kleber Mendonça Filho, cineasta

Leonardo Boff, teólogo

Luiz Carlos Bresser-Pereira, economista

Maria da Conceição Tavares, economista

Maria Victoria Benevides, socióloga

Marilena Chauí, filósofa

Paulo Sergio Pinheiro, cientista político

Raduan Nassar, escritor

Rogério Cezar de Cerqueira Leite, físico

Sebastião Salgado, fotógrafo


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png