MARCHA DAS MARGARIDAS REÚNE 100 MIL MULHERES NO EIXO MONUMENTAL EM BRASÍLIA EM DEFESA DA FLORESTA E


A 6ª edição da Marcha das Margaridas reuniu mais de 100 mil trabalhadoras rurais de todo Brasil que realizaram uma caminhada gigantesca do Pavilhão do Parque da Cidade até o Congresso Nacional, paralisando o Eixo Monumental em Brasília, na manhã desta quarta-feira (14/8). A manifestação, que é realizada desde 2000, este ano tem como temas a agroecologia e o enfrentamento da violência contra a mulher no campo, além de chamar a atenção para o desmonte das políticas públicas voltadas ao campo e as consequências da reforma da Previdência.

O grupo deixou o Pavilhão do Parque da Cidade por volta das 7h30min e seguiu pelo Eixo Monumental, onde chegou a ocupar todas as faixas da via S1, causando o bloqueio e engarrafamento nas principais avenidas da capital federal, em direção à Esplanada dos Ministérios.

A Marcha é uma homenagem à Margarida Maria Alves, ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande, na Paraíba, assassinada em 12 de agosto de 1983, a mando de latifundiários da região, em represália à luta que fazia em defesa dos trabalhadores rurais, pelos direitos trabalhistas, como carteira assinada, 13º salário, férias remuneradas e respeito aos horários de trabalho.



rodapé ed.png