MINISTROS DO STF ARTICULAM O AFASTAMENTO DO PROCURADOR DA REPÚBLICA DELTAN DALLAGNOL DO COMANDO DA L


A jornalista Thais Arbex, da Folha de S.Paulo, publicou reportagem na qual aponta que os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) já estariam articulando o afastamento do procurador da República Deltan Dallagnol do comando da operação Lava Jato, em Curitiba. Após mensagens divulgadas pelo site The Intercept Brasil sobre as graves violações de Deltan à Constituição, os membros da Suprema Corte pressionam a procuradora-geral da República Raquel Dodge a fastar Deltan, pois na condição de procurador de primeira instância não poderia ter investigado o ministro Dias Toffoli.

No entanto, a decisão pode ficar a cargo de Alexandre de Moraes, que é o relator no âmbito do inquérito das fake news, tendo em vista que a procuradora-geral está em campanha para ser reconduzida ao cargo e não quer se indispor com membros da corporação (Ministério Público Federal). A reportagem do Intercept revelou diálogos, evidenciando que Deltan buscou informações sobre as finanças pessoais de Toffoli e da sua mulher, Roberta Rangel, com objetivo de estabelecer uma ligação dele com empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção na Petrobras. As informações de que Deltan incentivou, em 2016, colegas do Ministério Público Federal a investigar Dias Toffoli foram consideradas extremamente graves e motivaram a enérgica reação do STF, pois ficou evidente que Deltan passou a usar a operação Lava Jato como instrumento de intimidação.


37 visualizações

Jornalista Responsável - Alexandre Costa (mtb -7587)