PRESIDENTE DA OAB DIZ QUE MORO USA O CARGO, ANIQUILA A INDEPENDÊNCIA DA PF E AINDA BANCA O CHEFE DE


Após o ministro da Justiça, Sergio Moro, ter dito que conversas pessoais das autoridades vítimas dos hackers seriam destruídas para manter a privacidade, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, fez duras críticas ao ex-juiz da Lava Jato, em função de Moro ter alertado autoridades que foram vítimas dos hackers, como o presidente da República, Jair Bolsonaro, e os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre. "Usa o cargo, aniquila a independência da Polícia Federal e ainda banca o chefe de quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não são investigadas", disse Santa Cruz à coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de São Paulo. A OAB já havia recomendado que Moro se afastasse do cargo assim que o site The Intercept divulgou mensagens trocadas por integrantes da Lava Jato que revelaram o conluio existente na operação para que fosse feita uma "investigação plena, imparcial e isenta". "Muitos disseram que a OAB foi açodada quando sugeriu o afastamento do ministro, exata e exclusivamente para a preservação das investigações", completou o presidente da OAB.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png