Buscar

AULA PÚBLICA EM FRENTE AO TRF-4 REÚNE MANIFESTANTES EM DEFESA DA LIBERDADE IMEDIATA DE LULA


Durante Aula Pública sobre "Justiça e Democracia: o Brasil exige respostas", em frente ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, a professora de direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Roberta Baggio, enfatizou as ilegalidades promovidas pelo então juiz Sérgio Moro, no processo contra o ex-presidente Lula. Roberta afirmou que antes mesmo das revelações feitas pelo site The Intercept, os próprios advogados de defesa de Lula alertavam para a suspeição em relação a Moro, motivada pela sua visível parcialidade no caso. O objetivo, segundo ela, foi afastar o ex-presidente Lula da disputa eleitoral, por meio de uma prisão arbitrária, impedindo-o de concorrer à Presidência da República. O Desembargador Rui Portanova também fez uma exposição em relação à prisão do ex-presidente. A Aula Pública foi promovida pelo Comitê Lula Livre de Porto Alegre, com apoio de centrais sindicais, do PT e demais partidos de esquerda e de diversas entidades sociais e de classe.


0 visualização