VIOLÊNCIA DA BM CONTRA GREVISTAS EM PORTO ALEGRE


Manifestantes que pediam a adesão de motoristas de ônibus de empresas responsáveis pelo transporte público em Porto Alegre foram repreendidos pela tropa de choque da Brigada Militar, na madrugada desta sexta-feira (14/6), durante a greve geral convocada pelas centrais sindicais em protesto à reforma da Previdência. Em frente à garagem da empresa Trevo, localizada no bairro Cristal, 54 pessoas foram detidas e encaminhadas ao Palácio da Polícia. Há diversos relatos de violência por parte da BM. Na Garagem da Sudeste,no bairro São José, mais de 100 pessoas foram vítimas da truculência do Pelotão de Choque. Na Avenida Bento Gonçalves, próximo ao supermercado Carrefour, no sentido bairro/centro, a BM usou bombas de gás e spray para dispersar os manifestantes.

Durante a tarde desta sexta-feira haverá uma caminhada, com saída do Instituto de Educação, na Avenida Osvaldo Aranha, em direção ao Paço municipal, seguida de um ato público, marcado para as 17h, na Esquina Democrática, no centro histórico da capital gaúcha.

Garagem Sudeste em Porto Alegre: bombas de gás de efeito moral

Foto: Cecília Farias/www.extraclasse.org.br

Confira o vídeo publicado pela Frente Brasil Popular - RS

Crédito: Claiton Stumpf


0 visualização