INTERCEPT: MENSAGENS MOSTRAM QUE MORO COLABOROU DE FORMA SECRETA E ANTI-ÉTICA COM PROCURADORES DA LA


O Intercept Brasil publicou neste domingo (9) três matérias exclusivas baseadas em mensagens trocadas entre integrantes da Operação Lava Jato em Curitiba, como o procurador Deltan Dallagnol, e pessoas como o ex-juiz Sergio Moro. Segundo o Intercept, as conversas foram obtidas há algumas semanas por meio de uma fonte anônima. As três reportagens dão início a uma série intitulada “As mensagens secretas da Lava Jato”. Essa série de reportagens, diz o Intercept, “mostra comportamentos antiéticos e transgressões que o Brasil e o mundo têm o direito de conhecer”.

Segundo as reportagens publicadas neste domingo as mensagens mostram “discussões internas e atitudes altamente controversas, politizadas e legalmente duvidosas da força-tarefa da Lava Jato, coordenada pelo procurador renomado Deltan Dallagnol, em colaboração com o atual ministro da Justiça, Sergio Moro”.

As reportagens que abrem a série mostram, segundo o Intercept, “que os procuradores da Lava Jato falavam abertamente sobre seu desejo de impedir a vitória eleitoral do PT e tomaram atitudes para atingir esse objetivo; e que o juiz Sergio Moro colaborou de forma secreta e antiética com os procuradores da operação para ajudar a montar a acusação contra Lula. Tudo isso apesar das sérias dúvidas internas sobre as provas que fundamentaram essas acusações e enquanto o juiz continuava a fingir ser o árbitro neutro neste jogo”.

Segundo a mesma publicação, “Sergio Moro e Deltan Dallagnol trocaram mensagens de texto que revelam que o então juiz federal foi muito além do papel que lhe cabia quando julgou casos da Lava Jato”.

Leia as reportagens do Intercept sobre o caso.

COMO E POR QUE O INTERCEPT ESTÁ PUBLICANDO CHATS PRIVADOS SOBRE A LAVA JATO E SERGIO MORO

Parte 1

Série de reportagens mostra comportamentos antiéticos e transgressões que o Brasil e o mundo têm o direito de conhecer.

Parte 2

Em chats privados, procuradores reagiram indignados ao saber que ex-presidente falaria à Folha e celebraram quando ação do Partido Novo impediu a entrevista.

Parte 3

Uma reportagem de 2010 trouxe alívio aos procuradores para levar adiante a acusação – e o PowerPoint – contra o ex-presidente.

Parte 4

Moro sugeriu trocar a ordem de fases da Lava Jato, cobrou novas operações, deu conselhos e pistas e antecipou ao menos uma decisão, mostram conversas privadas ao longo de dois anos.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png