ARGENTINOS REPUDIAM PRESENÇA DE BOLSONARO EM BUENOS AIRES NESTA QUINTA


Prensa Latina - Várias organizações sociais e políticas argentinas convocam manifestações em repúdio à visita do presidente brasileiro de extrema-direita que chegará a Buenos Aires nesta quinta-feira (6). Os manifestantes farão uma marcha e se concentrarão na Praça de Maio, a alguns passos da Casa Rosada, onde o presidente conservador e neoliberal da Argentina, Mauricio Macri, receberá Bolsonaro em sua primeira visita a este país, depois de assumir a presidência no ano passado.

Com palavras de ordem que vão desde "Argentina rechaça Bolsonaro. Teu ódio não é bem-vindo aqui" a "Fora Bolsonaro da Argentina", espera-se uma ampla presença de representações de vários setores sociais do país para repudiar a presença do presidente brasileiro, que cumprirá uma visita de menos de 24 horas.

Em um recente comunicado, organizações como a Central dos Trabalhadores da Argentina ou a Associação de Trabalhadores do Estado assinalaram que ambos os mandatários "discutirão uma agenda bilateral que prevê temas como a reestruturação do Mercosul, a Venezuela e as eleições presidenciais na Argentina".

Convocamos à defesa da soberania e à solidariedade latino-americana, indicaram organizações como a Assembleia Popular Feminista, Cine Migrante, Coletivo Passarinho, Estudantes Migrantes da Universidade de Buenos Aires, a Frente Milagro Sala, a Garganta Poderosa, o Movimento Evita, entre outros movimentos.


5 visualizações

Jornalista Responsável - Alexandre Costa (mtb -7587)