ESTUDANTES AGREDIDOS EM AUDIÊNCIA PÚBLICA COM O MINISTRO DA EDUCAÇÃO


Estudantes e professores que participavam da audiência pública na Câmara dos Deputados, em Brasília, sobre o corte de recursos da Educação, com a presença do ministro Abraham Weintraub, foram impedidos de se manifestar, agredidos por deputados bolsonaristas e retirados da audiência com truculência. A presidente da UNE, Mariana Dias, teve a camisa rasgada durante a retirada da audiência pública. Em um vídeo, publicado pelos Jornalistas Livres, é possível ver o deputado goiano Delegado Waldir, líder do PSL na Câmara, aos gritos, chamando os estudantes presentes de "maconheiros".


É recalque misturado com covardia e palhaçada que fala?

Hoje na Câmara dos Deputados, durante audiência com o Ministro da Educação do Brasil.

Mesa: "Ministro, o senhor quer ouvir a Une?"

Ministro da Educação do Brasil : "Eu não quero falar com a Une, eles não são eleitos."

Mesa: "Oi?!"

Ministro da Educação do Brasil: "Eu nunca fui filiado à Une.."

Mesa: "Não, mas o senhor quer ouvir...?"

Ministro da Educação do Brasil: "A Une? Não..."

Mesa: "Nem a Ubes?"

Ministro da Educaçnao do Brasil: "Não!"

Marianna Dias, presidente ELEITA da UNE, uma das maiores entidades representante dos Estudantes:

"Nós somos o pesadêlo do Governo do Bolsonaro! E não vamos deixar esse governo dormir em paz!"

"Nós nao somos bandidos não! Aqui é a nossa casa, aqui é a casa do povo!. Se os deputados estão aqui, se o governo está ai foi por que o povo colocou...se tem Rei no Brasil, se tem dono do Brasil, se tem verdades absolutas, a gente quer derrubar o rei do Brasil, então!"

#eudefendoaeducação


rodapé ed.png