PARA LEONARDO BOFF, TRUMP DEVE RESPONDER POR CRIMES CONTRA A HUMANIDADE


O escritor e teólogo Leonardo Boff afirmou, via Twitter, que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deve ser acusado na Corte Suprema de Haia por crimes contra a humanidade, ao separar violentamente filhos pequenos de seus pais. Leonardo Boff criticou a política "tolerância zero" do governo dos Estados Unidos, que separa pais e filhos, penalizando imigrantes que tenham entrado supostamente de forma ilegal no país.

De acordo com a política tolerância zero, todo imigrante que entrar nos EUA sem documento é processado judicialmente, mesmo que não tenha antecedentes penais. Na quarta-feira (20/6), o presidente norte-americano assinou um decreto para impedir a separação familiar em caso de imigração ilegal para os EUA. A medida, que valerá somente para casos novos, não muda a situação de cerca de 2,3 mil crianças já separadas dos pais detidos na fronteira por entrada ilegal no país.

Criada em junho de 1945, após o fim da Segunda Guerra Mundial, a Corte Internacional de Justiça fica em Haia, na Holanda, é o principal órgão judiciário da Organizações das Nações Unidas (ONU).


rodapé ed.png