JORNALISMO BRASILEIRO PERDE ALBERTO DINES


O jornalismo brasileiro perdeu Alberto Dines, que morreu às 7h15min desta terça-feira (22/5), aos 86 anos. Após dez dias de internação no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, em função de uma gripe, o quadro de Dines se agravou para uma pneumonia. O velório deve ocorrer em São Paulo, cidade em que o profissional vivia.

Alberto Dines iniciou sua carreira no jornalismo em 1952 na revista “A Cena Muda”; no ano seguinte mudou para a revista Visão para cobrir assuntos ligados à vida artística, ao teatro e ao cinema e logo depois passou a fazer reportagens políticas. Em 1957, ele trabalhou para a revista Manchete, até se demitir da empresa. Em 1959, assumiu a direção do segundo caderno do jornal Última Hora, de Samuel Wainer. Já em 1960, colaborou para o jornal Tribuna da Imprensa. Neste mesmo ano, dirigiu o jornal Diário da Noite, dos Diários Associados, de Assis Chateaubriand. Dois anos depois passou a editor-chefe do Jornal do Brasil, no qual ficou por doze anos. Em 1994, Dines fundou o Observatório da Imprensa, periódico crítico de acompanhamento da mídia.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png