NOME DE LULA NÃO CONSTA EM SISTEMA DA ODEBRECHT, POR ISSO NEGAM ACESSO


A defesa do ex-presidente Lula teve negado nesta sexta-feira 18, em decisão do juiz Sergio Moro, o acesso às correspondências entre o Ministério Público Federal e o órgão correspondente na Suíça, para obter informações sobre o acesso ao sistema My Web Day, da Odebrecht. "O sistema My Web Day controlava e contabilizava as propinas pagas pela Odebrecht. O nome de Lula ñ consta lá, por isso a negativa de acesso", comentou o advogado Cristiano Zanin Martins, em sua conta no Twitter. O Ministério Público alega que ele próprio não tem acesso ao sistema de propinas da Odebrecht, mas a defesa lembra que um delator da empreiteira relatou aos procuradores, em depoimento, ter acesso à chave. Ele mudou sua versão cinco dias após a defesa de Lula ter entrado na Justiça para ter acesso.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png