DISCURSO MACHISTA DE TEMER REPERCUTE NA IMPRENSA INTERNACIONAL E GERA INDIGNAÇÃO NAS REDES SOCIAIS


ANA AFFONSO (À ESQUERDA), AO LADO DA TAMBÉM VEREADORA, CIGANA (PSB), DURANTE ATIVIDADE DO 8 DE MARÇO NAS RUAS DE SÃO LEOPOLDO.

Enquanto mulheres promoviam manifestações por nenhum direito a menos em praticamente todo o mundo, no Brasil, mais uma vez, o presidente Michel Temer metia os pés pelas mãos ao fazer um pronunciamento machista, durante uma cerimônia alusiva ao 8 de março, realizada no Palácio do Planalto. O discurso de Temer exaltando o papel "doméstico" da mulher em relação à criação dos filhos, à limpeza da casa, às compras de supermercado e aos cuidados com o marido gerou indignação de norte ao sul do Brasil, resultando em uma imensa repercussão negativa na imprensa internacional. Para o espanhol El País, Temer "reduz o papel da mulher à casa e ao supermercado". O jornal destacou as falas em que o presidente destaca a capacidade das mulheres em detectar "desajustes de preços" e "tudo o que fazem pela casa e pelos filhos". Já o norte-americano The Washington Post afirmou que a declaração de Temer "irritou" as mulheres, que responderam com fúria nas redes sociais. O jornal também adjetivou Temer como "líder impopular". A rede de TV CNN mencionou que Temer ficou "sob fogo" após as polêmicas declarações, que desataram, segundo ela, uma "onda de fúria" contra o presidente. O periódico ressaltou que as falas de Temer causaram comoção nas redes sociais e lembraram, ainda, que o governo foi alvo de enxurrada de críticas quando assumiu o poder pela ausência de mulheres e negros no primeiro escalão.

Em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, a vereadora Ana Affonso (PT) usou o facebook para externar sua indignação ao pronunciamento machista de Temer, em uma carta endereçada ao presidente (leia abaixo):

Bom dia Michel Temer!

Eu, ontem, estive nas ruas da minha cidade, praticamente das 8h da manhã até as 20h da noite.

Com muitas outras mulheres marcamos o 8 de março de luta, principalmente contra os retrocessos que tu queres nos impor : a tua reforma da previdência que quer nos fazer trabalhar até morrer e tua reforma trabalhista que quer nos fazer voltar ao tempo da escravidão, sem direito à férias, 13º salário, e muito provavelmente vai nos impor as maiores taxas de desemprego já vividas no Brasil e a miséria absoluta de uma grande fatia da sociedade brasileira, os/as trabalhadores /as. Na sinaleira, quando entregava o panfleto contra a Reforma da Previdência, unanimemente a população se manifestava contra .

Na caminhada que fizemos um dos gritos mais aplaudidos pelas mulheres que nos viam passar era "nem recatada, nem do lar, a mulherada está na rua pra lutar", acompanhado é claro do clássico mantra "FORA TEMER", o qual já ouviste milhares de vezes.

Hoje cedo fui a fruteira do meu bairro comprar o lanche da minha filha, levei minha bebê para a creche, fui na rádio dar entrevista com minhas colegas vereadoras, tenho uma série de reuniões previstas no dia e à noite sessão de votação na Câmara de Vereadores.

Sou professora, estou no 3º mandato de vereadora, já fui deputada estadual, sou chefe de família, tenho 2 filhas, uma jovem de 20 anos e uma bebê de 3 anos.

Posso te garantir que eu, assim como todas as mulheres que mundialmente foram às ruas ontem, e uma grande maioria que não se manifestou por estar trabalhando, somos capazes de criar nossos filhos, administrar nossos lares, ir sim ao supermarcado e saber como pesa em nosso bolso tua política econômica desastrosa. Exercemos com qualidade nossas funções profissionais e também lutamos para exercer o nosso papel político.

Posso te garantir que nós não temos 1% de popularidade como você, ilegítimo usurpador de direitos.

Nós temos mais legitimidade do que você para estar comandando o país.

Você derrubou Dilma, a primeira mulher presidenta deste Brasil, e atacou à todas nós, mulheres brasileiras.

Você é incapaz de representar algo ou alguém na cadeira roubada que ocupa.

Nós sabemos muito bem o preço das coisas, as necessidades de nossa casa, sim! E sabemos mais ainda a força que temos como maioria da população.

Nós vamos te derrubar!

A ti , ao teu machismo, a tua proposta famigerada de país ajoelhado frente ao Império, ao teu primeiro escalão homem, branco e corrupto.

Nós vamos te dar o troco covarde! Mexeu com uma, mexeu com todas! Você não passará!

CONFIRA ALGUMAS FOTOS DA MANIFESTAÇÃO EM SÃO LEOPOLDO

#poderpopular


rodapé ed.png