SINDICATO DOS JORNALISTAS DO RS REPUDIA DENÚNCIA DO MP POR OCUPAÇÃO DA SECRETARIA DA FAZENDA


O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (Sindjors) repudia a decisão do Ministério Público de denunciar à Justiça os dez presos maiores durante a ocupação da Secretaria da Fazenda por um grupo de estudantes no dia 15 de junho. Entre os denunciados está o repórter do Jornal JÁ, Matheus Chaparini, que trabalhava cobrindo a ocupação. Kevin D’arc, cineasta independente, que também estava no interior do prédio, está entre os denunciados. Todos foram denunciados por dano qualificado e desobediência. A denúncia é assinada pelo promotor Luís Felipe Tesheiner. Agora cabe à Justiça aceitar ou arquivar a denúncia.

“Mais de uma vez mostramos que o Matheus e o Kevin estavam trabalhando. Os vídeos são claros e informativos, mas o que temos visto é a criminalização dos movimentos sociais. Agora estão atacando o fazer Jornalismo. Sim, porque os colegas estavam no pleno exercício da profissão e foram presos e levados ao Presídio Central e agora denunciados criminalmente. O que está acontecendo no Rio Grande do Sul é um claro ataque à liberdade de expressão. Trata-se de um retrocesso”, avalia o presidente Milton Simas.

O CASO

No dia 15 de junho, um grupo de estudantes ocupou a Secretaria da Fazenda, em uma manifestação. A Brigada Militar entrou no prédio e os retirou com uso de força. Os adolescentes foram conduzidos ao Deca (Departamento Estadual da Criança e do Adolescente) pela Brigada Militar. Os maiores de idade foram ao encaminhados ao Presídio Central e à Penitenciária Feminina Madre Pelettier. Com o indiciamento por parte da Policia Civil, o inquérito foi ao Ministério Público, que acatou a denúncia.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png