CCJ REJEITA RECURSO E CASSAÇÃO DE CUNHA IRÁ A PLENÁRIO


Por 48 votos a 12, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) rejeitou nesta quinta-feira (14/7) o parecer do deputado Ronaldo Fonseca (PROS-DF), que propunha a anulação da votação do relatório do Conselho de Ética, que opinou favoravelmente à cassação do mandato do deputado afastado Eduardo Cunha(PMDB-RJ). Com a decisão da CCJ, o processo de cassação de Cunha será votado pelos deputados, mas apenas em agosto, em função do recesso parlamentar. Diante das evidências de que o deputado Eduardo Cunha participou de esquemas de corrupção, dificilmente o ex-presidente da Câmara conseguirá reverter a sua cassação. As manobras de Cunha foram tão sorrateiras que sua imagem está associada ao que há de pior em termos de política e associação ao crime. Abandonado pelos comparsas, o chefe da quadrilha está só e com a corda no pescoço.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png