OAB SÓ SE PRONUNCIARÁ NA PRÓXIMA SEMANA SOBRE PRISÃO DE JORNALISTA


Duas semanas após ser instigada pelo Sindicato dos Jornalistas, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS) ainda não se manifestou sobre a prisão do jornalista Matheus Chaparini enquanto cobria a ocupação da Secretaria da Fazenda, no dia 15 de junho. Segundo a assessoria de imprensa da Ordem, uma nota oficial sobre o caso sairá somente na próxima semana, ainda sem data definida.No dia 28 de junho, o presidente da seccional gaúcha da Ordem, Ricardo Breier, recebeu o presidente do Sindicato dos Jornalistas, Milton Simas, para falar sobre o ocorrido. Na ocasião, Simas levou vídeos e fotos que Chaparini registrou na ocupação, que comprovam que ele estava no exercício da profissão e se identificou como jornalista em serviço. O material foi levado à Comissão de Direitos Humanos da Ordem. Também no encontro, foi firmada criação de um comitê para proteger e defender o direito constitucional à liberdade de expressão da imprensa ainda sem entidades confirmadas. Há dois dias, Chaparini e o cinegrafista paulista Kevin D’arc, que filmava no local para um documentário sobre as ocupações de escolas no país, foram indiciados junto com os estudantes por quatro crimes: dano qualificado ao patrimônio, resistência, associação criminosa e obstrução ao trabalho. Quem deu seguimento foi o delegado da 17ª Delegacia da Polícia Civil, Omar Abud.


rodapé ed.png