Buscar

MAIS UMA VERGONHOSA MANOBRA DE CUNHA PARA EVITAR A CASSAÇÃO


O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), adiou para esta quinta-feira (14/7), às 9 horas, a continuação do debate sobre o recurso apresentado por Eduardo Cunha (PMDB-RJ) contra o processo de cassação contra ele no Conselho de Ética. A decisão revoltou os membros do colegiado, que queriam votar hoje, quarta-feira (13/7), o recurso do deputado afastado. Os parlamentares passaram a gritar "manobra" e "vergonha". Vejo o vídeo. A votação do recurso estava prevista para hoje, para ser encaminhada à análise do plenário. Serraglio afirmou que "lamentava", mas que não podia atrapalhar a votação para presidente da Câmara, marcada para as 17h30min. Osmar Serraglio, presidente da CCJ e aliado de Cunha, encerrou a sessão e convocou outra para amanhã quando todos sabem não haverá quórum". Serraglio saiu fugido do plenário, enquanto os deputados gritavam "queremos votar".


0 visualização