ELEIÇÃO À PRESIDÊNCIA DA CÂMARA MOSTRA A FRAGILIDADE DA ESQUERDA


Começa em seguida a votação entre os dois candidatos mais votados para a Presidência da Câmara dos Deputados. Um é amigo, aliado e companheiro de Eduardo Cunha. O outro é aliado, amigo e companheiro de Aécio Neves, além de enteado de Moreira Franco, que é braço direito de Temer. E a esquerda ficou no meio do caminho, "a toa na vida, vendo a banda passar", entre ser pragmático e ser programático. O PT tem 58 parlamentares e poderia ter levado Marcelo Castro ao segundo turno. Como o voto é secreto e não sabemos como votaram todos os parlamentares do PT, a não ser aqueles que declararam voto na Erundina e no Orlando, cabe apenas uma reflexão: Se somassem os votos do Marcelo Castro, Orlando Silva e Erundina, teríamos um candidato alinhado ao campo progressista no segundo turno.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png