BRASIL É O ÚNICO PAÍS SEM MULHERES MINISTRAS NA AMÉRICA LATINA, FATO REGISTRADO SÓ NA DITADURA


O Sul21 publicou, neste domingo, 5 de junho, excelente matéria, assinada pela jornalista Débora Fogliatto, expondo claramente o tamanho do retrocesso do governo interino de Michel Temer, em relação aos espaços destinados às mulheres. O atual governo provisório ffez com que o Brasil seja o único país sem mulheres ministras na América Latina. Pela primeira vez em 37 anos, o Brasil não conta com nenhuma mulher na equipe ministerial , fato registrado apenas durante o regime militar. No ranking de países da América do Sul, Central e Caribe sobre a participação de mulheres em gabinetes ministeriais, o Brasil ocupava, até a troca de ministérios, a 22ª posição, com 18% de mulheres. Com a nova composição do governo interino, o Brasil desaparece do ranking, segundo a ONU Mulheres. Na América Latina, composta pelos 20 países que falam espanhol ou português na região, todos os outros possuem representatividade feminina. No mundo inteiro, são poucos os países que passam pela mesma situação. Segundo levantamento feito peloSul21, foram identificadas outras seis nações sem mulheres em ministérios: Arábia Saudita, Hungria, Eslováquia, Brunei, Paquistão, além de São Vicente e Granadinas.

Leia a matéria completa:

http://www.sul21.com.br/jornal/unico-pais-sem-mulheres-ministras-na-america-latina-brasil-desaparece-de-ranking/

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil


6 visualizações

Jornalista Responsável - Alexandre Costa (mtb -7587)