EM MEIO A CRISE, CÂMARA APROVA AUMENTO BILIONÁRIO


A soma de todos os reajustes previstos nos 15 projetos aprovados pela Câmara, na noite desta quarta-feira (1°/6), pode gerar impacto de mais de R$ 50 bilhões em quatro anos nas contas públicas. Só neste ano, o impacto da proposta será de R$ 1,1 bilhão. Os projetos, que ainda precisam da aprovação do Senado, resultarão em reajustes salariais para servidores dos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário e para a Procuradoria Geral da República. A aprovação desses reajustes é resultado de um acordo entre a base governista e a oposição. O primeiro projeto votado e aprovado pelo plenário foi o que concede reajuste entre 16,5% e 41,47% dos salários de servidores do Judiciário. Já os ministros do Supremo Tribunal Federal terão aumento de 16,38%. Ou seja: os salários passam de R$ 33.763 para R$ 39.293,38. A votação dos aumentos é apenas mais uma das contradições do governo interino de Michel Temer, que anunciou um rombo de cerca R$ 170 bilhões nas contas públicas para este ano. O projeto de lei 4.250 de 2015 prevê reajuste a mais de 500 servidores do Executivo, com gasto de mais de R$ 14,6 bilhões até 2019, conforme a própria justificativa do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, autor da proposta.

Fica a pergunta: será que haverá "panelaço" no Brasil, com cobertura da Globo e amplo espaço no Jornal Nacional... Todos sabem a resposta!!!


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png