ESTUDANTES DE TEATRO DA UFRGS PARALISAM AS AULAS E PROTESTAM CONTRA O GOVERNO INTERINO DE TEMER


Alunos do curso de Teatro da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mais conhecido como DAD (Departamento de Artes Dramáticas), paralisaram as atividades na tarde desta segunda-feira, dia 30 de maio, em protesto ao governo interino de Michel Temer. Os estudantes colocaram faixas e cartazes no prédio próximo ao viaduto da Salgado Filho, no centro de Porto Alegre, e ali mesmo, com uma caixa de som, fizeram uma manifestação pública pelo “fora Temer” e em repúdio ao golpe que afastou Dilma Rousseff da Presidência da República.

A estudante Louise Pierosan afirmou que os estudantes decidiram paralisar as aulas por um dia, após debaterem o assunto em diversas assembleias. “Resolvemos paralisar as aulas, por um dia, como forma de protesto contra o governo interino de Michel Temer”, explicou. Louise informou que os estudantes de Teatro farão uma nova assembleia para decidir os rumos do movimento.

Já Matheus Melchionna diz que não considera legítimo o governo interino de Michel Temer. “O plano de governo nos foi imposto e não está legitimado pelo voto popular, além disso é um governo extremamente machista, racista e opressor. È u governo formado apenas por homens, brancos, ricos e heterossexuais, que não representa nem ao menos um por cento da sociedade brasileira, que é rica na diversidade. Este governo ataca, principalmente, a área da cultura. Extinguiu o Ministério da Cultura e voltou atrás somente em função da pressão dos agentes culturais do país que lutaram muito para não deixar este retrocesso acontecer”.

Para Flávia Reckziegel, as questões políticas estão interferindo diretamente na formação dos estudantes. "Essa é uma questão que nos atravessa de várias formas, enquanto alunos de uma universidade pública, futuros educadores e artistas. Nos sentimos atacados por vários lados e não consideramos o governo de Michel temer como sendo legítimo. Por isso decidimos fazer uma paralisação das atividades, com objetivo de mostrar à população que aqui existe um curso de teatro sucateado, com zero bolsas de iniciação científica, com cortes nas bolsas para os alunos licenciandos, que proporcionaria aos estudantes irem às escolas e viverem a vida prática da sala de aula e isso nos foi retirado”.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png