MULHERES GAÚCHAS DIZEM NÃO À CULTURA DO ESTUPRO E À VIOLÊNCIA


Portando cartazes e com os rostos pintados de vermelho, manifestantes promoveram um protesto contra a cultura do estupro e da violência, na tarde deste domingo (29/5), na Casa de Cultura Mario Quintana, no Centro Histórico de Porto Alegre. A mobilização faz parte das milhares de manifestações em solidariedade à adolescente vítima de um estupro coletivo, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro. Elas deitaram no chão em cima de um pano preto, formando com seus corpos o número 33, referência aos envolvidos no estupro que indignou o país. O protesto foi contra a cultura do estupro e a violência e também contra o governo interino de Michel Temer. Além do EmpoderArte, o ato reuniu vários coletivos, entre eles o Isto é machismo e o Arte na Rua, bem como a União Brasileira de Mulheres e lideranças do PT e do PCdoB.


6 visualizações

Jornalista Responsável - Alexandre Costa (mtb -7587)