Buscar

ATO POR REFORMA PSIQUIÁTRICA APOIA OCUPAÇÃO NO MINISTÉRIO DA SAÚDE


Ocupação que dura mais de 100 dias pede exoneração de Valencius Wurch Duarte Filho da coordenação de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas

O ato de lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Reforma Psiquiátrica e da Luta Antimanicomial, realizado hoje (6), na Câmara, em Brasília, pediu a exoneração do psiquiatra Valencius Wurch Duarte Filho do cargo de coordenação de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas do Ministério da Saúde. A informação foi divulgada pela deputada federal Erika Kokay (PT-DF), em sua página no Twitter. “Todos os que se manifestaram até agora no ato de Frente em Defesa da Reforma Psiquiátrica pedem: #ForaValencius”, postou a deputada.

Valencius foi indicado pelo ministro da Saúde, Marcelo Castro, em dezembro de 2015, mas ele traz em seu currículo a direção da Casa de Saúde Dr. Eiras de Paracambi, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro, onde se legitimava a prática de tortura, eletroconvulsoterapia, isolamento e contenção medicamentosa, que deixa a pessoa sem consciência. "Valencius representa a antirreforma psiquiátrica brasileira", disse o deputado Chico D'Angelo (PT-RJ), que também participa do lançamento da frente.

Desde a indicação de Valencius, a comunidade em defesa da reforma ocupou uma sala na área da coordenação, no Ministério da Saúde. Essa mobilização já dura mais de 100 dias e o ato na Câmara também manifestou apoio a essa iniciativa, chamada de "Ocupação Fora Valencius", com a aprovação, por aclamação, de uma moção.

A Lei da Reforma Psiquiátrica completa hoje 15 anos. Além do lançamento da frente, a data é comemorada também por um encontro a partir das 14h30 na Universidade de Brasília (UnB) – auditório 3 da Faculdade de Saúde, para discutir e fortalecer a luta antimanicomial no país. “Após 35 anos de luta antimanicomial, não permitiremos que manicômios e seus simulacros voltem a excluir e a torturar modos loucos de ser”, afirma a página do evento no Facebook.

PUBLICADO ORIGINALMENTE EM:

http://www.redebrasilatual.com.br/saude/2016/04/ato-em-defesa-da-reforma-psiquatrica-apoia-ocupacao-no-ministerio-da-saude-7896.html


0 visualização