Estudantes fazem novo protesto contra aumento das passagens em Porto Alegre


O objetivo da manifestação, que reuniu mais de mil pessoas, foi pressionar

o poder público para manter os valores, suspensos desde quarta-feira, 24/2,

em função de uma liminar encaminhada à Justiça pelo PSOL.

Jovens, estudantes e trabalhadores saíram às ruas de Porto Alegre, no final da tarde dessa segunda-feira, dia 29 de fevereiro, para protestarem contra o aumento da tarifa dos ônibus e lotações. O objetivo da manifestação, que reuniu mais de mil pessoas, foi pressionar o poder público para manter os valores (de R$3,25 para ônibus e R$ 4,85 para lotações), suspensos desde quarta-feira, 24/2, em função de uma liminar encaminhada à Justiça pelo PSOL. Essa foi a terceira manifestação, em 2016, promovida por estudantes e jovens ligados ao Bloco de Lutas pelo Transporte Público.

ASSISTA O VÍDEO

Na segunda-feira, dia 22 de fevereiro, a passagem de ônibus foi reajustada e passou a custar R$ 3,75, e a de lotação, R$ 5,60. Os manifestantes se concentraram em frente à prefeitura e seguiram pela Esquina Democrática, avenida Borges de Medeiros, viaduto da Salgado Filho, avenida João Pessoa, passando pelas duas sedes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), na Avenida Ipiranga e na rua Erico Verissimo. Os estudantes retornaram pela Cidade Baixa até o Largo Zumbi de Palmares, onde se dispersaram.

Por duas vezes e sem sucesso, a prefeitura recorreu à Justiça para reverter a liminar e colocar em vigor as novas tarifas. A juíza Karla Aveline Oliveira, da 5ª Vara da Fazenda Pública, alega que o reajuste não foi analisado pelo Conselho Municipal de Transportes Urbanos (Comtu). Na próxima quinta-feira, dia 3 de março, será realizada uma nova reunião entre o município e o Comtu.


rodapé ed.png