SEM MANUELA, MAS COM OLÍVIO


Com a desistência da deputada estadual Manuela D’Ávila, o retorno de Olívio Dutra à Prefeitura de Porto Alegre é uma ótima oportunidade para o PT resgatar sua imagem, assumindo uma nova postura política na sociedade.

Aos 74 anos (10/06/1941), o Galo Missioneiro tem experiência suficiente - já foi prefeito da capital, governador do estado e ministro das Cidades - para recolocar a capital gaúcha nos trilhos do desenvolvimento, possibilitando ao PT reconquistar a credibilidade junto à população.

Não é preciso ser um expert em marketing político ou em pesquisas de opinião para perceber que a imagem de eficiência e honestidade, anteriormente atribuída ao PT, foi severamente prejudicada em função das denúncias e escândalos de corrupção, cada vez mais enraizada nas instituições e órgãos públicos do país. Há fortes indícios sobre a existência de uma campanha difamatória contra o partido, orquestrada pelos setores mais conservadores da sociedade, com apoio das grandes empresas de comunicação do Brasil. Se existe ou não uma conspiração, o fato é que a imagem do PT está associada aos supostos desvios e malfeitos e o impacto é tão forte que há quem diga que os políticos do PT não vencem eleições nem para síndico.

No atual cenário político, nenhum outro nome representa tão bem a honestidade e os princípios morais e éticos do PT quanto Olívio Dutra.

SEM OLÍVIO

Existe, no entanto, o risco de uma derrota acachapante, o que representaria um desgaste desnecessário ao PT e ao próprio Olívio, um dos políticos mais respeitáveis do Rio Grande do Sul e de maior carisma junto aos militantes do partido.

Caso opte por outro nome que não o de Olívio Dutra, são grandes as chances do PT mergulhar em uma disputa interna. Apesar de fazer parte das tradições democráticas do partido, as prévias tendem a fragilizar as relações internas, ameaçando a sua própria unidade. Sem Olívio, o PT corre o risco de cair na vala comum, apostando em uma candidatura circunstancial. Além de não ter consenso e tampouco chances de vencer o pleito, existe o risco do PT apresentar um candidato interessado apenas nas vantagens obtidas com a superexposição na mídia, transformando o processo eleitoral em um trampolim para a eleição de 2018.

O atual cenário eleitoral é extremamente desfavorável ao PT e o nome de Olívio Dutra surge com força, amparado pela sua irreparável trajetória política e por sua conduta ilibada. Arrisco dizer que atualmente Olívio seja o único nome dentro do PT capaz de resgatar antigas bandeiras, a partir de princípios éticos e morais. Existem outros políticos com características semelhantes no partido, excelentes quadros políticos, diga-se de passagem, porém nenhum deles com potencial eleitoral capaz de enfrentar as adversidades do atual cenário político.

Se optar pela candidatura do Galo Missioneiro, o PT assume o imenso desafio de se reinventar, a partir de uma nova postura e assim pode conquistar o voto de confiança da população de Porto Alegre.

O nome de Olívio me fez lembrar o que disse, recentemente, um taxista, durante um deslocamento que fiz pela cidade:

- Ninguém fala do Olívio porque ele continua morando no mesmo lugar, andando de ônibus e lotação, inclusive foi assaltado recentemente... Sabe por que ninguém fala dele e quando falam ninguém acredita? Simplesmente porque ele é assim, realmente honesto.

IMPRENSA, MENTIRAS E VERDADES

Existem tantas denúncias veiculadas pela grande imprensa na mídia que nem os próprios militantes sabem quais são elas, se são reais ou se fazem parte das sistemáticas campanhas difamatórias contra o partido.

Em respeito aos eleitores e aos seus próprios militantes, o PT deve organizar uma ação de impacto junto à sociedade, por meio de coletiva de imprensa, com desdobramentos de norte a sul do Brasil e também a partir dos seus diretórios municipais. Na minha opinião (todos devem ter uma opinião), a melhor estratégia para resgatar a imagem do PT, diante da opinião pública e da própria imprensa, é responder pontualmente cada uma das denúncias e acusações atribuídas ao partido e/ou aos seus quadros políticos. Em respeito aos seus 36 anos de história, cabe ao PT responder e explicar toda e qualquer acusação ou mal entendido.

Ao esclarecer a população sobre as inúmeras acusações, o PT terá a oportunidade de defender seus princípios e suas antigas bandeiras, reafirmando também as inúmeras conquistas e os importantes avanços sociais para o país, resultado do projeto político que elegeu Lula e Dilma e que tem sido responsável por inúmeras transformações no Brasil, principalmente na última década.

O nome de Olívio Dutra como candidato a prefeito de Porto Alegre representa o melhor caminho para enfrentar o leque de preconceitos e discriminações contra o PT e também para combater as distorções veiculadas por considerável parcela da imprensa.

Sistematicamente, as grandes empresas de comunicação são acusadas de estarem a serviço dos setores mais conservadores da sociedade e não há como negar que os barões da mídia são responsáveis por um refinado processo de manipulação das informações. No entanto, é preciso lembrar as palavras simples do taxista: não há mentira que se sustente diante da realidade.


0 visualização

PAULO TIMM NA VALE DO MAMPITUBA WEB RÁDIO - DAS 8H ÀS 10H

rodapé ed.png