EM DEFESA DE DILMA, DA DEMOCRACIA E DO BRASIL


A autorização de abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, assinado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), na última quarta-feira, dia 2 de dezembro, incendiou o cenário político no Brasil. Por isso, militantes do PT e dos partidos que apóiam o governo prometem ocupar as ruas das principais cidades brasileiras para defender Dilma. No sábado, (5/12), no Parque Farroupilha, em Porto Alegre, foi realizado o primeiro ato em defesa da democracia, contra o impeachment e contra a tentativa de golpe orquestrada pelos setores mais retrógrados e conservadores do país. A mobilização contou com lideranças políticas e com o cineasta Jorge Furtado. “Eu acho que o PT cometeu erros, e um desses erros foi se aliar com canalhas. No momento que o PT decidiu não livrar a cara do Eduardo Cunha e só por isso que eu estou aqui”, explicou.


1 visualização

Jornalista Responsável - Alexandre Costa (mtb -7587)