LULA INTERPELA NOBLAT A EXPLICAR ANTECIPAÇÃO DE SUPOSTA DECISÃO DE MORO

Os advogados do ex-presidente Lula protocolaram interpelação judicial contra o jornalista Ricardo Noblat, por uma publicação feita por ele no Twitter. Segundo o jornalista de O Globo, o juiz Sérgio Moro "condenará Lula no início do ano". "Mas não mandará prendê-lo", completou. Em nota à imprensa, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Martins explicam que a Interpelação Criminal é medida preparatória de eventual queixa-crime por delitos contra a honra do ex-presidente Lula. A ação pede a Noblat para confirmar a autoria das declarações publicadas no Twitter e, ainda, para que explique se efetivamente as publicações se baseiam em juízo de valor do próprio jornalista - o que se

CAI YUNES, MELHOR AMIGO DE TEMER, ACUSADO DE RECEBER PROPINA

O assessor especial da Presidência da República e amigo pessoal de Michel Temer, José Yunes, pediu demissão "em caráter irrevogável", após ser acusado por um delator da Operação Lava Jato de ter recebido propina da empreiteira Odebrecht. Apesar da saída abrupta, Yunes nega a acusação. Yunes foi citado na delação premiada do ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho, que afirmou em seu depoimento que parte dos R$ 10 milhões repassados ao PMDB a pedido de Michel Temer para a campanha de 2014 teria sido entregue no escritório de Yunes, localizado em São Paulo. Yunes é o sétimo membro do primeiro escalão do governo Temer a deixar o cargo em apenas sete meses.

CARDEAL DOM PAULO EVARISTO ARNS MORRE AOS 95 ANOS

Morreu no final da manhã hoje (14), em São Paulo, o Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns. Ele estava internado desde o dia 28 de novembro com broncopneumonia, no hospital Santa Catarina. Ontem (13), o estado de saúde do arcebispo emérito da Arquidiocese de São Paulo havia piorado ele estava na UTI em função de problemas na função renal.Dom Paulo tinha 95 anos, 71 anos de sacerdócio e 76 anos de vida franciscana. Ele era cardeal desde 1973 e foi arcebispo metropolitano de São Paulo entre 1970 e 1998. O velório terá início no final da tarde na Catedral da Sé. O trabalho pastoral de Arns foi voltado principalmente aos habitantes da periferia, aos trabalhadores, à formação de comunidades eclesiais de

MARCELO ODEBRECHT CONFIRMA PROPINA PAGA A TEMER E ALIADOS

Marcelo Odebrecht, ex-presidente e herdeiro do grupo que leva seu sobrenome, confirmou à força-tarefa da Lava Jato a versão do ex-executivo da empreiteira Cláudio Melo Filho sobre pagamento de R$ 10 milhões ao PMDB feito a pedido do presidente Michel Temer. Marcelo respaldou o episódio do jantar no Palácio do Jaburu, em maio de 2014, com a presença de Temer, então vice-presidente, e do hoje ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, no qual, segundo os delatores, foi acertado o pagamento para o peemedebista. Marcelo, que fechou acordo de delação premiada, depôs por pouco mais de três horas na segunda (12) em Curitiba. De acordo com procuradores, as oitivas seguiram terça (13) e devem durar ao m

NO DIA DOS 48 ANOS DO AI5, SENADO APROVA A PEC 55

Com 53 votos a favor e 16 contra, o Senado aprovou, em segundo turno, o texto-base da PEC do Teto de Gastos (PEC 55/2016) na tarde desta terça-feira 13 de dezembro. Não houve abstenção. Antes, por 46 votos contrários, 13 favoráveis e duas abstenções, foram rejeitados os requerimentos de cancelamento, suspensão e transferência da sessão de votação da proposta. Coincidência ou não, cabe lembrar que há 48 anos o Brasil vivia um golpe dentro do golpe, com a publicação do Ato Institucional n° 5, de 13/12/1968. A PEC aprovada hoje no Senado congela os gastos públicos pelos próximos 20 anos.

HOJE É DIA DO 4º GRANDE ATO CONTRA A PEC 55 E O PACOTAÇO DO SARTORI, NA ESQUINA DEMOCRÁTICA

É HORA DE LUTAR CONTRA A RETIRADA DOS NOSSOS DIREITOS! Os governos Temer e Sartori estão querendo mais uma vez decidir nossas vidas sem nossa participação! Querem impedir os reajustes no salário mínimo, aumentar o tempo para aposentadoria, aumentar horas de trabalho por dia, fechar fundações estatais e demitir os trabalhadores do estado, cortar os investimentos do posto de saúde do bairro e da escola pública onde estudam nossas filhas e filhos. A pec 55 (241) é uma dessas medidas que retira direitos. Ela limita aumento no valor do salário; congela investimentos em diversas áreas do serviço público, como saúde e educação. DIA 13 SERÁ A VOTAÇÃO FINAL DA PEC 55 Se existe uma crise, ela não

SERVIDORES INTENSIFICAM PROTESTOS CONTRA PACOTE DO GOVERNO SARTORI

A assembleia realizada na tarde desta terça-feira (13/12) pelo Sindicato dos Empregados em Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas e de Fundações Estaduais do Rio Grande do Sul (Semapi) aprovou “mobilização total” na Praça da Matriz, com paralisações nos dias de votação do pacote do governo José Ivo Sartori (PMDB). A votação deve ocorrer na semana que vem. Também será votada a extinção de nove fundações, parte delas vinculadas ao Semapi. O pacote apresentado pelo governo do Estado para conter a crise prevê a demissão de 1.200 funcionários públicos, extinção de nove fundações, fim do plebiscito para aprovação de privatizações de estatais importantes como a CEEE, a Sulgás

CAIADO PEDE A RENÚNCIA DE TEMER E A REALIZAÇÃO DE ELEIÇÕES GERAIS

O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), defendeu na tarde desta terça-feira (13/12), a renúncia de Michel Temer e a realização de eleições gerais. Caiado afirmou que a delação de executivos e operadores da Odebrecht, na Operação Lava Jato, tornou a situação insustentável e que é necessário um gesto maior. "Podemos chegar a um último fato para preservar a democracia, um gesto maior, para mostrar que ninguém governa sem apoio popular. Nesta hora, não podemos ter medo de uma antecipação do processo eleitoral, de maneira alguma", destacou.

SERVIDORES INTENSIFICAM MOBILIZAÇÃO CONTRA O GOVERNO SARTORI

Trabalhadores de fundações e empresas estatais ameaçadas de extinção pelo governo de José Ivo Sartori (PMDB) realizaram uma manifestação, na manhã desta terça-feira, 13 de dezembro, na Praça da Matriz, em frente ao Palácio Piratini, dando início ao dia de mobilização contra o pacote de ajuste fiscal encaminhado à Assembleia Legislativa. O ato também contou com a participação de deputados estaduais contrários ao chamado “pacotaço”, funcionários e apoiadores da FEE, FDRH, FZB, Fundação Piratini, Fepagro, Cientec, Sulgás, Corag, SPH e CRM, que fizeram buzinaços e falas fortes contrárias aos projetos e em defesa das fundações. Foto: Maia Rubim/Sul21

AS VOZES DAS RUAS PEDEM A RENÚNCIA DE TEMER

A delação do diretor da Odebrecht Cláudio Melo Filho, amplamente noticiada pela mídia, após vazamento da força-tarefa da Lava Jato, é devastadora e atinge em cheio o presidente Michel Temer. O país está à beira do caos, crise política e econômica, desemprego próximo de 15%, além da calamidade financeira que atinge Estados e Municípios. A delação de Claudio Mello Filho é só um aperitivo do que ainda esta por vir com as delações dos controladores, Emílio e Marcelo, e as dos executivos Benedito Júnior e Alexandrino de Alencar. Os movimentos sociais estão nas ruas das capitais e das maiores cidades do pais e já pedem a renúncia do Temer, a suspensão imediata da tramitação da PEC 55/16 e da Refo

rodapé ed.png