VIEIRA DA CUNHA DESISTE DE CONCORRER À PREFEITURA

Ao que tudo indica, o PDT de Porto Alegre será o fiel da balança na eleição à Prefeitura de Porto Alegre. Na sexta-feira, 29 de junho, Carlos Eduardo Vieira da Cunha (PDT), ex-secretária Estadual de Educação e que havia eixado o governo Sartori para ser pré-candidato à Prefeitura de Porto Alegre, anunciou que não vai concorrer ao pleito. Após o ultimato da direção nacional para que Vieira da Cunha fechasse alianças, fato que não ocorreu, restou ao ex-secretário retirar sua pré-candidatura. O PDT deve apoiar a candidatura do vice-prefeito Sebastião Melo (PMDB), mas Vieira afirma que não irá participar desse processo. No entanto, parte considerável do partido não apoiará Melo e estará aberto

TELEVISÃO DOS TRABALHADORES (TVT) TERÁ CONTEÚDO GAÚCHO

A Televisão dos Trabalhadores (TVT) passará a ter conteúdo gaúcho, produzido pelo Programa Correria. O canal funciona atualmente na TV aberta de São Paulo e a meta é que em breve tenha transmissão em outros estados, entre eles Rio Grande do Sul. O veículo é mantido por sindicatos dos trabalhadores, como o dos Metalúrgicos do ABC e dos Bancários de Osasco. Independente dos patrões e do Estado, atualmente a TVT é a alternativa mais concreta à mídia hegemônica, visto que um dos resultados do golpe é o desmonte da Rede Brasil Atual que congrega a TV Brasil. O Correria fará uma reportagem diária que será veiculada no jornal nacional da TVT, o Seu Jornal, às 19h15, e um semanal de debate sobre o p

OBAMA VAI À ÁFRICA EM BUSCA DE ALIADOS ECONÔMICOS CONTRA O TERRORISMO

​PÚBLICADO EM 24/07/2015 03h52 NA CARTA CAPITAL Enquanto Lula é criminalizado por defender interesses do Brasil na África, Obama vai à África defender... os interesses de empresas norte-americanas. Ele pode, claro. Yes, he can! A matéria também explica os esforços da mídia brasileira, braço do imperialismo americano, para destruir a Odebrecht. A Odebrecht ampliou fortemente sua presença na África, na onda da diplomacia sul-sul promovida pelo governo brasileiro, e depois por Lula, já como ex-presidente. O Tio Sam quer a África só para ele. E acionou seus tentáculos no Brasil (leia-se Globo) para fazer o serviço sujo. Seriam estes os prenúncios de uma "virada para a África"? Primeiro, o presid

DOCUMENTÁRIO CONTA HISTÓRIA DA VIAGEM DE TRABALHADORES A BRASÍLIA PARA VOTAÇÃO DO IMPEACHMENT NA CÂM

O filme começa com uma frase histórica do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em 1º de janeiro de 2003, o operário pela primeira vez eleito presidente da república tomaria posse e gravaria um mantra na memória daqueles que não deixam de ter esperança mesmo diante dos piores dias da democracia. “A esperança venceu o medo”, disse Lula quando estava com a faixa presidencial atravessada em seu peito em frente ao Palácio do Planalto em Brasília. Pouco mais de 13 anos depois, o Canal Paralelo, iniciativa dos jornalistas Caio Venâncio e Felipe Castilhos propõe a inversão de sujeito desta frase histórica no webdocumentário “O Medo venceu a esperança”. Lançado no CineBancários, na noite da segunda-

NAS ENTRELINHAS, A MÍDIA GOLPISTA SEGUE CONIVENTE COM O GOLPE E O DISCURSO HIPÓCRITA DAS ELITES

Na noite de terça-feira (26/7), assistindo ao Jornal da Globo, eis que me deparo com o seguinte discurso: “crise financeira no país é gerada pelos gastos públicos”. A manchete é sutil, mas nem tanto. Para quem não presta muito atenção (a maioria das pessoas não presta a atenção nas notícias, apenas digere como se fosse verdade absoluta), quando percebe já engoliu o argumento nefasto que relaciona o caos das contas dos municípios, estados e União às Olimpiadas. A frase do Wiiliam Waker, de que venderam um outro Brasil para as equipes dos países que vão disputar os jogos, um outro Brasil bem diferente da realidade, tem como objetivo isentar o governo golpista do interino Michel Temer das crít

PARANÁ PESQUISAS: 67% SÃO A FAVOR DE NOVAS ELEIÇÕES

Levantamento divulgado nesta terça-feira 26 pelo Instituto Paraná Pesquisas foi mais um que desmentiu a abordagem da Folha de S. Paulo. De acordo com a amostra, 67% dos entrevistados são favoráveis a uma nova eleição para presidente da República ainda neste ano, enquanto 29,8% são contra. No domingo retrasado, a Folha divulgou em sua manchete principal, com base em dados do Datafolha, que 50% da população brasileira quer a permanência de Michel Temer na presidência e apenas 3% querem novas eleições, o que se provou ser uma fraude. A mesma pesquisa apontou que 62% querem novas eleições, mas o número não foi divulgado nem pelo jornal, nem por meio do relatório do instituto. Uma segunda pesquis

MÍDIA ESCONDE DENÚNCIAS DE JORNAL INGLÊS CONTRA MULHER DE TEMER

“Um dos maiores vexames internacionais a que o país poderá ser submetido nos próximos anos é o conhecido uso desmesurado de dinheiro público pela família de Michel Temer”, diz interlocutora profundamente versada em intimidades dos centros de poder. “Marcela é o ponto fraco de Temer”, diz a fonte. “Os caprichos dela ainda vão custar caro…”. A conversa decorreu de fato envolvendo a mulher de Temer que saiu discretamente na mídia, mas que, fosse outro grupo político a ocupar o governo federal, teria ganhado grande destaque. Ou seja: se Lula ou Dilma governassem, o tema dessa reportagem daria pano pra manga. Ainda estão frescas na memória de quem presta atenção no Brasil as picuinhas da imprensa

PESQUISA DESENTERRA O CADÁVER QUE O GRUPO FOLHA ESCONDEU

Os resultados das pesquisas dos institutos Ipsos e Datafolha sobre a situação do país são tão disparatados que se fica com a sensação de terem pesquisado realidades totalmente diferentes.Quando, contudo, se analisa os dados, fica evidente que a discrepância entre as pesquisas não decorre da observação de realidades ou períodos diferentes, mas sim do viés de análise empregado pelos proprietários do instituto Datafolha. Pela lente da sua pesquisa, a Folha de São Paulo consegue enxergar que "cresce otimismo com a economia" e que "para 50%, Temer deve ficar" – capa e matéria da edição de domingo 17/07/2016. Já a pesquisa Ipsos mostra, ao contrário, que a vida dos golpistas está mais próxima do i

ATO CONTRA O GOLPE NA REDENÇÃO, DOMINGO, MARCA A RETOMADA DAS MANIFESTAÇÕES DE RUA NO PAÍS

O próximo domingo (31/7) marca, em todo o Brasil, a retomada das manifestações de rua contra o golpe e em repúdio ao governo interino de Michel Temer. A CUT-RS anunciou hoje, terça-feira (26) que está intensificando a convocação para ato “Fora Temer! Nenhum direito a menos”, que será realizado a partir das 14h, no Parque da Redenção, em Porto Alegre. O objetivo, segundo o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo é retomar os protestos populares nas ruas, defender a democracia e os direitos trabalhistas e sociais. A Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo também estão organizando atos em diversos estados para o dia 31 e, a partir dessas manifestações, uma nova agenda de mobilizações dever

PT E PCDOB FORMALIZAM ALIANÇA RUMO À PREFEITURA DE PORTO ALEGRE, EM EVENTO NA BANCA 40 DO MERCADO PÚ

A quarta-feira (27/7) será um dia importante para a consolidação da aliança política entre o PT e o PCdoB rumo à Prefeitura de Porto Alegre. Os dois partidos oficializam a aliança eleitoral em um evento na Banca 40 do Mercado Público, a partir das 16h30min. Raul Pont será o candidato a prefeito, tendo como vice a professora Silvana Conti, diretora do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre. Nas eleições proporcionais, cada partido terá a sua própria nominata de candidatos à Câmara de Vereadores. No próximo sábado (30/7), tanto o PT quanto o PCdoB realizam suas convenções municipais, referendando a aliança. O PCdoB fará sua convenção no Ritter Hotel e o PT terá seu encontro municipal no au

RAUL PONT E O DESAFIO DE RETORNAR À PREFEITURA

Na segunda parte da entrevista com Raul Pont, ele fala das motivações que o levaram a aceitar o desafio de se candidatar à Prefeitura de Porto Alegre. Raul foi prefeito de 1997 a 2000. Em 2013, ano em que completou 50 anos de trajetória política, anunciou que não pretendia mais concorrer a cargos públicos e que se dedicaria a militância e à vida partidária. Aos 72 anos, Raul Pont está otimista com a possibilidade de retornar à Prefeitura, mas é enfático a dizer que com uma disposição de dar inveja."Eu não entrei com aquele espírito do tem que ganhar a qualquer custo. Estou defendendo um projeto político e quero vincular, o máximo possível, esse projeto com os acontecimentos nacionais, porque

CHAPA 1 - ORGULHO DE SER JORNALISTA VENCE ELEIÇÃO DO SINDJORS

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS) tem nova diretoria. Com 61,78% dos votos, a Chapa 1 – Orgulho de Ser Jornalista foi eleita e estará à frente da entidade pelo período de agosto de 2016 a julho de 2019. Também foram escolhidos os novos nomes que irão compor a Comissão Estadual de Ética. As eleições foram realizadas em Porto Alegre e nas delegacias regionais do sindicato, em cidades do interior do Estado, entre os dias 19 e 21 de julho. Ao todo foram computados 348 votos válidos, sendo 215 para a Chapa 1 e 133 para a Chapa 2. O atual presidente do SINDJORS, Milton Simas Junior, foi reeleito para o segundo mandato. Simas agradeceu o trabalho da Comissão

TARSO AFIRMA QUE NÃO PENSA EM DEIXAR O PT E NÃO ESTÁ DIVIDIDO ENTRE PONT E LUCIANA

No quarto e último bloco da entrevista de Tarso Genro para o www.esquinademocratica.com, o ex-governador falou sobre a posição do PT na recente votação para presidência da Câmara. Na opinião de Tarso, o PT errou novamente. "Tem três coisas que eu venho batendo há muito tempo. A primeira é que o PT continuou apostando estrategicamente em uma aliança com a parte sadia do PMDB. A segunda é que o PT apostou no jogo burocrático das relações parlamentares para tentar furar o bloqueio do seu isolamento, também não deu certo. E a terceira é que o PT não dialogou com suas bases, e as milhares de pessoas que foram as ruas, não estavam defendendo o PT, estavam defendendo a democracia. Errou mais uma v

A FRAUDE JORNALÍSTICA DA "FOLHA" É AINDA PIOR: SURGEM NOVAS EVIDÊNCIAS

Dados mostram que 62% dos brasileiros querem a renúncia de Dilma e Temer, e a realização de novas eleições, diferentemente dos 3% inicialmente mencionados pelo jornal. Dados ocultados mostram que a grande maioria dos eleitores quer a renúncia de Temer, o que contradiz matéria. Leia matéria do The Intercept, publicada ontem, quarta-feira (20). A Intercept publicou um artigo documentando a incrível “fraude jornalística” cometida pelo maior jornal do país, Folha de São Paulo, contendo uma interpretação extremamente distorcida das respostas dos eleitores à pesquisa sobre a crise política atual. Mais especificamente, a Folha – em uma manchete que chocou grande parte do país – alegava que 50% dos

DILMA SOBRE DATAFOLHA: “DIFERENÇA DE 3% PARA 62% NÃO É TRIVIAL”

A presidente eleita Dilma Rousseff comentou na manhã desta quinta-feira 21, em entrevista à Rádio Pampa, do Rio Grande do Sul, a fraude na elaboração da pesquisa Datafolha e principalmente na divulgação dos resultados no fim de semana. De acordo com reportagem do jornal sobre a pesquisa, 50% da população brasileira defende a permanência do presidente interino, Michel Temer, no poder, o que ficou provado ser falso com a publicação da pesquisa detalhada, na última terça-feira. "Não costumo comentar pesquisa, mas um fato deve ser olhado. Uma diferença de 3% pra 62% em relação ao que quer a população não é trivial", disse Dilma, sobre o percentual dos brasileiros que defendem novas eleições. A p

DATAFOLHA REPETE 64

"Em 1964, numa tentativa de minar a resistência ao golpe que derrubou João Goulart, uma pesquisa do Ibope que mostrava a popularidade do presidente foi mantida em segredo dos brasileiros -- e só seria revelada 40 anos mais tarde", lembra o colunista Paulo Moreira Leite, que compara tal situação com a pesquisa do Datafolha, que divulgou um dado fraudado, segundo o qual 50% dos brasileiros defendiam a permanência de Michel Temer no comando do país até 2018; "Em 2016, a manipulação do Datafolha envolve um exercício temerário, de construir uma pesquisa falsa para ajudar um governo que nasceu sob protestos importantes, dentro e fora do país", diz; confira a íntegra A manipulação da pequisa do Dat

COM A PALAVRA, RAUL PONT: "VAMOS REDEMOCRATIZAR PORTO ALEGRE"

Raul Pont foi um dos prefeitos de Porto Alegre que mais fez pela cidade e obteve um dos percentuais mais elevados em termos de aprovação pela população da capital de todos os gaúchos. No final da manhã da quarta-feira, dia 20 de julho, ele concedeu uma entrevista para o blog www.esquinademocratica.com. Com a simplicidade de sempre, Raul esteve na minha casa, acompanhado pela sua assessora de imprensa, Dica Sitoni. Sentamos na área de lazer do prédio, no centro da cidade, e por cerca quase uma hora Raul falou sobre diversos temas, sua pré-candidatura à Prefeitura de Porto Alegre, possíveis alianças, formação de uma frente de esquerda, sua motivação para retornar à vida pública e sobre o golpe

TARSO AFIRMA QUE O GOLPE ESTÁ CONSOLIDADO E SUGERE A CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA FRENTE POLÍTICA PARA O

Na terceira parte da entrevista com Tarso Genro, ele fala sobre o impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff. O ex-governador do Rio Grande do Sul afirma que o golpe está consolidado, por meio da instalação de um estado de exceção não declarado no Brasil e orientado pragmaticamente para retirar o PT da cena pública do país. "O golpe foi dado, é um golpe político, institucional e está consolidado e lamentavelmente eu acho que a Dilma não volta para a Presidência da República. O que vai acontecer com o Brasil, na opinião de Tarso, é uma retomada das lutas democráticas e políticas e a esquerda terá de se reorganizar. "A minha colaboração, neste sentido, se reporta ao conjunto da esquerda e

TARSO AFIRMA QUE DIRCEU É VÍTIMA DO CONTEXTO PARTIDÁRIO E COMETEU ERROS AO SE ENTREGAR À POLÍTICA T

Na segunda parte da entrevista com Tarso Genro, o ex-governador fala sobre suas divergências políticas com Zé Dirceu."Minhas divergências com Zé Dirceu sempre foram políticas, doutrinárias, teóricas e filosóficas e refletiam uma conduta diferente sobre o estado e sobre o partido. Não acho que o Zé Dirceu seja tudo isso que estão dizendo dele, eu acho que o Zé Dirceu é vítima também, além de ser autor de determinados erros e provavelmente ilegalidades, mas também é vítima de um contexto partidário que se entregou totalmente para a política tradicional. A maioria se transformou em políticos tradicionais e não querem quebrar essa lógica do sistema. Mas quebrar a lógica do sistema significa mais

TARSO GENRO FALA SOBRE A CRISE E A CORRUPÇÃO NO PT

Na primeira parte da entrevista com Tarso Genro, o ex-governador do Rio Grande do Sul afirma que o PT não soube reagir a crise. "Mas isso não significa que a esquerda morreu e o PT não tenha a oportunidade de se recuperar. O PT é um partido grande, forte, tem uma militância extraordinária e dirigentes de alta qualidade", afirmou Tarso, na tarde fria desta segunda-feira (18/7), em seu novo escritório. Com a experiência de ter assumido a presidência do PT nacional, quando das denúncias do chamado "mensalão", Tarso adverte que para o PT superar a crise brutal será necessário muito debate e autocrítica. "É preciso renovar o seu programa e seus procedimentos”, sugere. Tarso é um dos principais

rodapé ed.png