RAUL PONT DIZ QUE PREFEITURA ENTREGOU TRANSPORTE PÚBLICO ÀS EMPRESAS PRIVADAS

O ex-prefeito de Porto Alegre, Raul Pont, disse que os veículos de comunicação sonegam informações importantes e que são comuns às cidades da América Latina. “Nós precisamos conhecer o que acontece em Bogotá, assim como eles precisam conhecer o que ocorre em São Paulo, Porto Alegre ou em Recife... O que mais se escuta aqui nesse Fórum Social Mundial é que precisamos de mais democracia, de mais participação popular e mais controle público sobre o estado... É por isso que temos a luta pelo transporte, o movimento passe-livre, e aqui em Porto Alegre a prefeitura entregou para o setor privado a caixa de compensação”, alfinetou Raul Pont.

GERARDO ARDILLA AFIRMA QUE ERROS SERVIRÃO PARA A RETOMADA DO PODER EM BOGOTÁ

O antropólogo e ex-secretário de Planejamento de Bogotá, Gerardo Ardilla, falou da experiência na administração da cidade de Bogotá, na Colômbia, quando a esquerda enfrentou diversos problemas em relação à mobilidade urbana e à falta de água, além da constante luta contra a segregação socioeconômica e exclusão social. “Tivemos que unir forças e repensar coletivamente em um plano de reordenação urbana, construir casas, combater os altos preços do transporte público. Pensar na existência da diversidade, no fortalecimento dos serviços públicos”, revelou. Apesar das iniciativas para melhorar a vida da população colombiana, Ardilla disse que a esquerda cometeu inúmeros equívocos. "Precisamos faz

BOAVENTURA AFIRMA QUE UNIDADE DA ESQUERDA É O CAMINHO PARA A DEFESA DOS ESPAÇOS PÚBLICOS

O sociólogo Boaventura de Sousa Santos afirmou que a unidade das esquerdas é fundamental para a defesa dos espaços públicos. “Vivemos um momento em que a direita é extremamente reacionária. A direita tem o capital e o poder e detém as mídias. Eu penso, nesse momento, que as cidades vão se afundar com a especulação do capital financeiro. Eles querem ficar com os espaços públicos. Eu fico assustado quando espaços como o Mercado Público, o Araújo Vianna ou o Gasômetro são dados como garantias das dívidas municipais”, afirmou Boaventura, durante a segunda edição do Ciclo de Debates POA Mais, atividade do Fórum Social Temático, realizada nesta sexta-feira (22/01), no Parque da Redenção, em Porto

BOAVENTURA ALERTA PARA A CRIMINALIZAÇÃO DOS PROTESTOS

O sociólogo Boaventura de Sousa Santos considera que o movimento passe-livre tem mensagens progressistas e muito interessantes ao debate. Sou amigo do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e gostaria muito que ele estivesse aqui (Haddad era um dos convidados da atividade, mas não compareceu o evento). “Essa luta por transporte público e acessível, em uma cidade como São Paulo, o mínimo que um governo de esquerda tem de ter é transparência em relação aos lucros das empresas. Transporte público não é um negócio, é um serviço”, afirmou o português, durante a segunda edição do Ciclo de Debates POA Mais, atividade do Fórum Social Temático, realizada nesta sexta-feira (22/01), no Parque da Rede

BOAVENTURA DEFENDE UNIÃO DAS ESQUERDAS DURANTE FSM 2016

O sociólogo Boaventura de Sousa Santos foi um dos palestrantes da segunda edição do Ciclo de Debates POA Mais, atividade do Fórum Social Temático, realizada nesta sexta-feira (22/01), no Parque da Redenção, em Porto Alegre. O português, que nesta semana recebeu o título de cidadão da Câmara Municipal, foi intensamente aplaudido ao pregar a união dos partidos de esquerda. “Eu não entendo porque é tão difícil as esquerdas se unirem”, questionou Boaventura, afirmando ser fundamental essa construção, tanto aqui em Porto Alegre quanto em São Paulo. O evento, promovido pelas Fundações Perseu Abramo (PT) e Maurício Grabóis (PCdoB) e Friedrich Ebert, contou também com a presença do antropólogo e ex-

OLÍVIO AFIRMA QUE ESQUERDA PRECISA FAZER AUTOCRÍTICA

Para Olívio Dutra, ex-governador do Rio Grande do Sul, a esquerda precisa definir um projeto estratégico de transformação, que não se reduza a ganhar ou perder eleições. “As transformações são impulsionadas de baixo para cima e isso não se dá da noite para o dia”. Olívio Dutra foi um dos debatedores do painel América Latina: resistências e alternativas, da edição de 15 anos do Fórum Social Mundial, nesta quinta-feira, dia 21 de janeiro, no Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Na avaliação de Olívio, o Estado segue como uma estrutura que serve às grandes corporações. “Não é construir outro mundo possível. É dizer que é possível construir outro mundo de supera

JUSSARA CONY FAZ PLATÉIA DO FSM VIBRAR

A vereadora de Porto Alegre, Jussara Cony, do PCdoB, participou, nesta quinta-feira (21/01), do debate América Latina: resistências e alternativas, atividade do Fórum Social Temático, que ocorre até sábado na capital gaúcha. Por diversas vezes, Cony, que é uma militante histórica da esquerda gaúcha, arrancou intensos aplausos da platéia.

FALCÃO ALERTA PARA O SURGIMENTO DE UM ESTADO DE EXCEÇÃO

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, participou da mesa de convergência “Democracia e Desenvolvimento em Tempos de Golpismo e Crise”, atividade do Fórum Social Mundial 2016, na quarta-feira, dia 20 de janeiro, no auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre. Minutos antes de participar do evento, Rui Falcão deu um depoimento para o jornalista Alexandre Costa, do blog www.esquinademocratica.com. Entre outras coisas, Falcão alertou para o fato de o Brasil estar assistindo ao surgimento de um estado de exceção dentro do estado de direito.

BOAVENTURA DE SOUSA SANTOS FALA DAS CONQUISTAS EM 15 ANOS DE FSM

O professor e sociólogo português Boaventura de Sousa Santos, uma das principais personalidades presentes à edição de 15 anos do Fórum Social Mundial, fez um rápido balanço sobre a importância do evento e suas principais conquistas para os povos. Boaventura também falou sobre as iniciativas para resistir ao processo de mercantilização da educação e o fato do Fórum Social Mundial migrar, pela primeira vez em sua história, para o norte. Depois de passar por Brasil, Venezuela, Mali, Paquistão, Quênia e Tunísia, a próxima edição do evento organizado por movimentos sociais como contraponto ao Fórum Econômico de Davos, terá como sede Montreal, no Canadá. X

ROSSETTO AFIRMA QUE AS ESPERANÇAS SE RENOVAM NO FSM

Após a marcha de abertura da edição de 15 anos do Fórum Social Mundial, o ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto disse que é preciso resistir, preservar nossas conquistas e avançarmos em direção à democracia, a mais liberdade e mais justiça. Rossetto lembrou também as principais conquistas do Brasil, com os governos de Lula e Dilma. Assista ao vídeo.

NA ABERTURA DO FSM JUVENTUDE DA UM RECADO À PRESIDENTA DILMA

Durante a marcha de abertura do Fórum Social Mundial de 2016, em Porto Alegre, a juventude deu um recado à presidenta Dilma Rousseff. “Ô...ô...ô Dilma, eu quero ver... você romper com o PMDB”, cantavam os manifestantes. O recado das ruas faz lembrar o discurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que em novembro de 2015 afirmou, durante o 3º Congresso Nacional da Juventude do PT, que era hora dos jovens lutarem e apoiarem o governo da presidenta Dilma Rousseff. Lula afirmou na ocasião que apenas escrever fora Levy [em referência ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy e que já deixou o governo], e fora PMDB, é muito pouco.

MARCHA DE ABERTURA DO FSM 2016 REÚNE MAIS DE 15 MIL PESSOAS

A marcha de abertura da edição de 15 anos do Fórum Social Mundial reuniu cerca de 15 mil pessoas, na terça-feira, dia 19 de janeiro. A concentração para a marcha reuniu representantes e ativistas de movimentos sociais, intelectuais e lideranças políticas, que partiram do Largo Glênio Peres e se deslocaram até o Largo Zumbi dos Palmares. Ao som de tambores, gritos de ordem e cantorias, os manifestantes carregavam bandeiras, faixas, cartazes e muita alegria. A programação do FSM 2016 conta com mais de 400 atividades. O jornalista Alexandre Costa participou da da Marcha de Abertura e publicou um vídeo no blogwww.esquinademocratica.com.

QUEM LUTA, TRANSFORMA

Uma das atividades da edição de 15 anos do Fórum Social Mundial terá a participação da deputada estadual do Rio Grande do Sul, Manuela d’Ávila (PCdoB), e da ex-deputada estadual Ana Affonso, do PT. Amanhã, quarta-feira, dia 20 de janeiro, elas participam do debate “Mulheres, Maternidade e Lutas”, das 15h às 17h, na Sala Hermes Mancilha, na Casa de Cultura Mario Quintana. Recentemente, Manuela levou sua filha Laura, de quatro meses, para uma sessão extraordinária na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul. Já a ex-deputada Ana Affonso voltou ao trabalho oito dias após o nascimento da sua filha, Sophia. Ana Affonso e Manuela D' Ávila são mulheres comprometidas com o futuro e demonstram, po

Movimento Passe Livre faz novo ato contra tarifa em São Paulo

Após inicio de confusão, bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo estouram na Avenida Paulista Polícia Militar faz cerco a jovens manifestantes na Rua Sergipe, entre a Av. Angélica e Av. Consolação, após barrar os jovens e reprimi-los violentamente com bombas de gás e balas de borracha durante a realização da Assembleia, na Pça dos Ciclistas, que tinha o propósito de reafirmar o trajeto, que era descer a Av. Rebouças até o Largo da Batata, no ato contra o aumento da tarifa do transporte público em SP. Manifestantes seguem nas ruas, acompanhe ‪#‎Aovivo‬ http://jornalistaslivres.org/…/aovivo-manifestacao-contra-…/ Foto: Allan Ferreira É UM EXÉRCITO CONTRA O POVO Duas amigas contam sobre co

Haddad debaterá, em Porto Alegre, como enfrentar desigualdades nas cidades

MATÉRIA PUBLICADA ORIGINALMENTE NO SUL21 http://www.sul21.com.br/jornal/haddad-debatera-em-porto-alegre-como-enfrentar-desigualdades-nas-cidades/ O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, participará de um debate ao ar-livre, no dia 22 de janeiro, no Parque da Redenção. (Foto: Jailton Garcia / RBA) O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), participará de um debate ao ar-livre, dia 22 de janeiro, no Parque da Redenção, em Porto Alegre. Ao lado do sociólogo português Boaventura de Sousa Santos e do antropólogo e ex-secretário de Planejamento de Bogotá, Gerardo Ardila, Haddad participará da segunda edição do Ciclo de Debates POA Mais, promovido pelas fundações Perseu Abramo (PT), Maurício

Eduardo Galeano será homenageado no Fórum Social Mundial em Porto Alegre

A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar. O Fórum Social Mundial é uma importante novidade no cenário internacional por sua capacidade de articulação de inúmeras matizes da luta anti-capitalista, seu caráter auto-gestionário, pela radicalidade de suas propostas políticas, sociais, econômicas e ambientais, e por sua metodologia radicalmente participativa e horizontal. Tem contribuído na reconstrução de uma referência utópica para milhões de pessoas que lutam contra o pensamento hegem

Dilma critica oposição, em artigo para Folha

http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2016-01/em-artigo-dilma-critica-oposicao-e-promete-reducao-da-inflacao-em-2016 A presidenta Dilma Rousseff publicou um artigo no jornal Folha de S.Paulo, no primeiro dia de 2016, 1/1/2016, no qual faz um balanço do que considera positivo em 2015 e critica setores da oposição que, segundo ela, não aceitaram o resultado das urnas. Apesar do pedido de impeachment aceito contra ela na Câmara dos Deputados, a presidenta afirmou que não alimenta “mágoas nem rancores”. "Sei que as famílias brasileiras se preocupam com a inflação. Enfrentá-la é nossa prioridade. Ela cairá em 2016, como demonstram as expectativas dos próprios agentes econômicos." No a

rodapé ed.png