Corda no Pescoço

​ Documentário da Repórter Brasil mostra a situação precária dos produtores de carne de frango e tabaco no sul do país A Repórter Brasil lança o webdoc “Corda no Pescoço – Avicultores e Fumicultores no Sul do Brasil”. Produzido em formato de série para a internet, o filme é dividido em quatro capítulos que foram veiculados entre sexta-feira (16/10) e segunda-feira (19/10), em parceria com a revista Carta Capital. O lançamento do webdoc coincide com protestos na Avenida Paulista, em São Paulo (SP), realizados por produtores rurais e funcionários de frigoríficos contra grandes empresas do segmento de carnes. Os manifestantes reivindicam melhores condições de trabalho e de remuneração. O Brasil

Feira Nacional da Reforma Agrária

Primeira Feira Nacional de Reforma Agrária | Foto: Joka Madruga​ O Brasil é o maior consumidor de agrotóxico do mundo, segundo o Ministério do Meio Ambiente. A Anvisa aponta que 64% dos alimentos estão contaminados por essas substâncias.​ Comidas típicas regionais, artesanatos, produtos sem agrotóxicos, shows, atividades culturais, seminários e debates estão na programação da Feira de Reforma Agrária, que reúne centenasde sem-terra de todo o Brasil na capital paulista. Mais de 800 agricultores e agricultoras de 23 estados e do Distrito Federal chegaram a São Paulo para a 1ª Feira Nacional da Reforma Agrária, que acontece de 22 a 25 de outubro, no Parque da Água Branca, zona oeste da capital

Sé recebe 800 cantores no domingo para celebrar história de Vladimir Herzog

Em 1975, seis dias após a morte do jornalista Vladimir Herzog, torturado e assassinado nas dependências do DOI-CODI, 8 mil pessoas foram à Praça da Sé, em São Paulo, bradar sua raiva pela barbárie cometida pelo totalitarismo em vigor no país desde 1964. O episódio marcou o início da queda do regime da ditadura e da restauração da democracia. Quarenta anos depois, a mesma Praça da Sé será palco de várias manifestações para lembrar essa data tão importante na história do país e celebrar a memória de Vladimir Herzog, que continua a representar a democracia e a liberdade de expressão – único caminho para o desenvolvimento de uma nação. No dia 25 de outubro, a Catedral da Sé receberá um ato inter

AS “ABUELAS DE PLAZA DE MAYO” COMPLETAM 38 ANOS

Durante a ditadura argentina (1976-1983), cerca de 30 mil pessoas foram presas, torturadas, mortas ou desaparecidas. Entre essas, centenas de crianças foram arrastadas junto aos pais, ou nascidas na prisão. Com grande festa nesta quinta-feira, 22 de outubro, a associação argentina Avós da Praça de Maio completará “38 anos buscando a verdade”. Ao mesmo tempo, comemora a localização de 117 crianças sequestradas pelos militares imediatamente após o nascimento -durante o cativeiro das mães, logo assassinadas ou até hoje dadas como desaparecidas- e entregues para adoção, com origem e nome mudados. A última delas, Cláudia Domínguez Castro, hoje com 37 anos, somente há três semanas soube sua verdad

IMPEACHMENT DE DILMA: A NOVELA CONTINUA

O líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), afirmou que a oposição irá recorrer ao plenário da Câmara dos Deputados caso o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), rejeite o novo pedido de impeachment de Dilma Rousseff. O pedido, assinado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr, foi protocolado nesta quarta-feira, e próprio regimento interno da Câmara prevê essa possibilidade de recorrer ao plenário.

Brasil de Fato promove seminário em SP sobre mídia e lutas populares

Atividade, parceria com o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, faz parte da Primeira Feira Nacional da Reforma Agrária. Neste sábado (24), às 14h, o Brasil de Fato, em parceria com o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, promove o seminário "Mídia e lutas populares no Brasil e na América Latina". A atividade é gratuita e aberta ao público, e ocorre no Auditório Instituto Pesca do Parque da Água Branca, na Barra Funda, região oeste de São Paulo. Os convidados do evento são Fernando Morais, jornalista e escritor – autor de Olga e Os Últimos Soldados da Guerra Fria; Renata Mielli, jornalista do Barão de Itararé e Marilú Cabañas, jornalista da Rádio Brasil

Ustra morre impune, Merlino vive em nossos corações

Nesta quinta-feira, 15 de outubro, morreu o coronel Carlos Brilhante Ustra, ex-chefe do DOI-CODI durante a ditadura civil-militar e responsável, segundo o relatório final da Comissão da Verdade, por 376 mortes. Uma dessas mortes foi a de Luiz Eduardo Merlino, jornalista, estudante de História na USP e militante do POC (Partido Operário Comunista). A luta por memória, verdade e justiça continua viva, pois a Lei da Anistia e os sucessivos governos pós-ditadura têm garantido a impunidade aos torturadores, como Ustra, e aos seus cúmplices. Diante disso e das recentes descobertas de ossadas de desaparecidos do período ditatorial, nós, estudantes de História da Usp, entrevistamos Ângela Mendes de

A DITADURA MILITAR E A TORTURA

Durante o regime militar de 1964, os torturadores brasileiros eram em sua grande maioria militares das forças armadas, em especial do exército. Os principais centros de tortura no Brasil, nesta época, eram os DOI/CODI, órgãos militares de defesa interna. No ano de 2006 Carlos Alberto Brilhante Ustra, coronel do Exército Brasileiro e ex-chefe do DOI/CODI de São Paulo, respondeu por crime de tortura em tribunal militar. Mas havia também torturadores civis, que atuavam sob ordens dos militares. Um dos torturadores mais famosos e cruéis foi Sérgio Paranhos Fleury, delegado do DOPS de São Paulo, que se utilizava de métodos brutais - e por vezes letais - para conseguir as confissões de seus suspei

A CADEIRA DO DRAGÃO (O interrogatório inesquecível)

As notícias de 15 de outubro fizeram-me recordar o episódio que resolvi contar a vocês. Acreditem que não é uma boa recordação. Ela se faz presente nos meus sonhos e nos momentos mais insólitos. Porém é importante que todos saibam e se convençam de que a consigna “tortura nunca mais” seja um imperativo categórico, moral e universal. ​Quando me colocaram naquele avião da FAB, algemado ao Raul Carrion, preparei-me para o pior. Confesso que pensei que não haveria retorno. O que vou contar, que foi a pior parte, é o que aconteceu no final de um período de 30 dias. Muitas sessões anteriores com pau de arara e choques já haviam sido feitas. Imaginem o cenário. Uma grande cadeira de ferro e na fren

Crescimento do PIB chinês recua um décimo e fica abaixo de 7% pela primeira vez em seis anos

Segundo dados oficiais, segunda maior economia do mundo cresceu 6,9% no terceiro trimestre de 2015 em comparação com o mesmo período de 2014 O crescimento da China freou um décimo no terceiro trimestre do ano e a segunda maior economia do mundo cresceu 6,9% em comparação com o mesmo período de 2014, informou nesta segunda-feira o Escritório Nacional de Estatísticas. As autoridades chinesas atribuíram este rebaixamento no crescimento às "crescentes pressões de baixa" que enfrenta internamente o gigante asiático e a uma recuperação da economia global "mais frágil do que a esperada". No trimestre que vai de julho a setembro, a economia da China aumentou seu arrefecimento e avançou a um ritmo me

Assistir a filmes com histórias tocantes ajuda a gerar compaixão no mundo real, dizem pesquisadores

Para profissionais do cinema e cientistas norte-americanos, narrativas emocionantes e identificação com personagens ficcionais nos ajudam a compreender um pouco mais sobre esperanças, aspirações, sonhos e medos diferentes dos nossos. ​Cena do filme Samba (2014), produção francesa que conta a história de um senegalês que, após dez anos na França, tem que lutar para permanecer no país No filme mudo de Charlie Chaplin O Imigrante, de 1917, há uma cena em que ele chuta um policial da imigração na ilha Ellis, no porto de Nova York. O personagem de Chaplin, Carlitos, acabou de cruzar o oceano Atlântico num barco cheio de imigrantes europeus. Ao chegar à América, eles são agrupados atrás de uma bar

1,25 milhão de pessoas morrem em acidentes de trânsito anualmente, aponta OMS

Acidentes afetam especialmente 'populações pobres em países pobres', diz Margaret Chan, diretora-geral da Organização Mundial da Saúde ​Senado Federal/Flickr Brasil registra taxas médio-altas de mortes no trânsito, na mesma categoria que países como China, Cazaquistão, Sudão, Angola e Uruguai. Segundo um estudo publicado nesta segunda-feira (19/10) pela OMS (Organização Mundial da Saúde), 1,25 milhão de pessoas morre ao redor do mundo a cada ano em acidentes de trânsito. O órgão pediu a implantação de leis mais rígidas com relação ao uso de cadeirinhas para bebês e crianças e de capacetes para motociclistas e contra dirigir sob efeito de álcool. “Os acidentes em rodovias causam danos inaceit

10 revelações sobre o programa norte-americano de assassinatos seletivos

Entre as revelações, está a de que a ordem para matar é validada pelo presidente dos EUA e que os ataques com drones se multiplicaram no governo Obama. Milhares de ataques de mísseis e de mortes, em apenas meia dúzia de operações. O programa de assassinato seletivo conduzido pelos Estados Unidos no Afeganistão ou no Iêmen, como parte de sua luta contra o terrorismo é extenso – e muito sigiloso. A investigação do site The Intercept, "The Drone Papers", revela muitos aspectos desconhecidos do programa, e confirma outros já conhecidos, no momento em que a França também começa a realizar ataques direcionados na Síria, com a ajuda dos órgãos de inteligência dos EUA. 1) Até nove em cada dez pess

Sem Terra ocupam duas áreas no Rio Grande do Sul

Ações ocorreram em Santana do Livramento e São Lourenço do Sul. Movimento cobra desapropriações dos terrenos. O MST realizou duas ocupações no interior do Rio Grande do Sul. O Movimento alega se tratarem de terras improdutivas. Ainda segundo a entidade, as áreas localizadas nos municípios de Santana do Livramento e São Lourenço do Sul não cumprem sua função social. Fronteira Oeste No município de Santana do Livramento, região da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, cerca de 400 famílias Sem Terra ocupam, desde o último domingo (18), uma área na comunidade Madureira. A área, que está localizada entre os assentamentos São João do Ibicuí e Dom Camilo, não possui denominação. Os trabalhadores a

Torturador na ditadura militar, coronel Brilhante Ustra morre, aos 83 anos, em Brasília

​ Em 2008, a Justiça reconheceu o militar como torturador. À Comissão da Verdade, ele negou a prática de crimes e disse que "combatia o terrorismo" O coronel reformado Carlos Alberto Brilhante Ustra, 83 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira (15/10) no Hospital Santa Helena, em Brasília. O ex-chefe de órgão de repressão durante a ditadura militar, estava internado desde 24 de setembro e tratava de um câncer. O coronel teve falência de múltiplos órgãos após grave quadro de pneumonia. Em abril deste ano, Ustra já havia sido internado devido a um infarto. Em maio de 2013, Ustra causou polêmica ao depor na Comissão da Verdade, quando negou que tivesse cometido crimes à frente do Doi-Cod

Assembleia Legislativa apóia realização do I Seminário Estadual Saúde do Trabalhador

Na manhã desta quarta-feira, dia 9, o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS), Milton Simas, participou da reunião da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, onde apresentou a proposta para a realização do I Seminário Estadual Saúde do Trabalhador – Nossa dor não sai no jornal. Dentre os principais problemas enfrentados pelos jornalistas no ambiente de trabalho, Simas destaca o assédio moral, que pode levar ao estresse, depressão e consequente uso de drogas como via fuga. “Em geral, as pessoas não acreditam que a nossa categoria também sofre, porque o jornalista só é notícia quando morre”, destaca. Diante da situação observad

Manuela D'Ávila faz visita ao Banco de Leite do Hospital Fêmina

Elogiável a iniciativa da deputada estadual Manuela D'Ávila, do PCdoB, que visitou o Banco de Leite do Hospital Fêmina para buscar informações sobre doação de leite. Manuela, que recentemente teve nenê (Laura), postou o texto abaixo no seu facebook, no final da manhã dessa sexta-feira, 2/10. "Hoje consegui um tempo e fui ao Banco de leite humano do hospital Fêmina. Essa é a Aline ( foto acima) e ela fornece todas as informações necessarías, junto com a ótima equipe deles! Eles fornecem o kit para a doação e buscam em casa. Alguns esclarecimentos importantes, diante de algumas perguntas que recebi: *se tu tens bastante leite, nao vai faltar leite para o bebê. Ao contrário. Quanto mais leite s

O Dia Nacional em Defesa da Democracia e da Petrobras

Frente Brasil Popular ocupa as ruas por retomada da agenda progressista Mais de 30 cidades em 20 estados e no Distrito Federal têm atos em defesa da Petrobras, por mudanças na política econômica, com empregos e distribuição de renda, e contra a agenda golpista da direita. Em Porto Alegre (RS), manifestantes ligados à centrais sindicais movimentaram o centro da capital gaúcha, na manhã de hoje. O ato também lembrou os 62 anos da estatal. Uma caminhada foi realizada entre a Prefeitura de Porto Alegre e a Praça da Alfândega, com a presença da CUT, CTB e outras entidades do setor. Organizados pela Frente Brasil Popular, os atos contam com a adesão de centrais sindicais, movimentos sociais e popu

Eduardo Cunha reitera depoimento à CPI da Petrobras e nega conta na Suíça

Em nota oficial sobre as notícias de supostas movimentações financeiras atribuídas ao presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no exterior, a assessoria de imprensa da presidência da Câmara informou que Cunha desconhece o teor dos fatos e não irá fazer comentários sem ter acesso ao conteúdo real dos fatos. “Assim que tiver ciência, por meio de seus advogados, o presidente se manifestará”. A assessoria da Câmara acrescentou que Eduardo Cunha “reitera o teor do depoimento prestado à CPI da Petrobras de forma espontânea”. No depoimento, ele disse que as contas que tem estão na declaração de Imposto de Renda. “Não tenho qualquer tipo de conta em qualquer lugar que não seja a conta

Dilma reduz o próprio salário, corta 3 mil cargos e acaba com 8 ministérios

Dilma Rousseff reduz o próprio salário e o do seu vice, Michel Temer. Além disso, a presidente anunciou o fim de 8 ministérios, 3 mil cargos comissionados. Ministros, que também tiveram salários reduzidos, não viajarão mais de 1ª classe. Confira as outras medidas para a redução de gastos e quais ministérios foram extintos Diante das crises política e fiscal vigentes, Dilma Rousseff (PT) anunciou nesta sexta-feira (2) a reforma ministerial. A presidente confirmou o corte de oito pastas e anunciou a redução de 10% no seu próprio salário, além do salário do vice-presidente Michel Temer e dos ministros. A reforma ampliou o espaço do PMDB, de seis para sete ministérios, e contemplou ainda o PDT c

rodapé ed.png