RS COMEMORA RESULTADO DIANTE DA PANDEMIA DE CORONAVÍRUS E SILENCIA MORTES POR SÍNDROME RESPIRATÓRIA


O otimismo do governador Eduardo Leite e do prefeito de Porto Alegre Nelson Marchezan (ambos do PSDB) diante dos resultados positivos no combate à pandemia do coronavírus, pode se transformar em uma grande preocupação. Uma pesquisa contratada pela Folha de São Paulo cruzou os dados de mortes por Covid-19 e por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por causa inespecífica, descartando os casos de influenza e pneumonia. A pesquisa constatou que algumas capitais com poucas mortes por Covid-19 apresentam até 12 vezes mais óbitos por doença respiratória.


Porto Alegre registrou 38 mortes pela Covid-19, no final de maio. No mesmo período, foram contabilizados 151 óbitos por síndrome respiratória. Ou seja, os gaúchos estão vencendo a guerra contra o coronavírus, talvez em função da baixa testagem; mas estão perdendo a batalha contra o SRAG, de forma silenciosa. As autoridade gaúchas estão fazendo valer o refrão do hino do Rio Grande do Sul: "Sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra".

rodapé ed.png