MANUELA D'ÁVILA (PCDOB) LIDERA DISPUTA À PREFEITURA DE PORTO ALEGRE, DE ACORDO COM IBOPE


De acordo com pesquisa do Ibope, divulgada no início da noite desta segunda-feira (5/10), a candidata Manuela D'Ávila (PCdoB) está na frente na disputa à Prefeitura de Porto Alegre, com o dobro das intenções de voto do segundo colocado tanto na espontânea quanto na estimulada. Manuela lidera a pesquisa com 24% das intenções de voto, seguida por José Fortunati (PTB), com 14%; Sebastião Melo (MDB), com 11%; e pelo prefeito Nelson Marchezan (PSDB), com 9%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, os três estão tecnicamente empatados. Os votos em branco/nulo somam 13% e os que não sabem/não responderam alcançam 11%.


A pesquisa estimulada apresenta aos eleitores um disco com os nomes dos candidatos. Já na espontânea, os eleitores respondem a pesquisa diretamente, sem informações sobre os candidatos. De acordo com a pesquisa do Ibope, Juliana Brizola (PDT) tem 5% das menções, seguida por João Derly (Republicanos) com 4% e Fernanda Melchionna (PSOL) e Valter Nagelstein (PSD) empatados com 3% da intensão de votos. Já Gustavo Paim (PP) e Julio Flores (PSTU) têm 1% dos votos, cada. Luiz Delvair (PCO), Montserrat Martins (PV) e Rodrigo Maroni (PROS) não chegaram a 1% da intensão de votos.


Na pesquisa espontânea, Manuela D’Ávila (PCdoB) aparece com 11%, seguida por Nelson Marchezan (PSDB) com 6%, José Fortunati (PTB) com 5%, Sebastião Melo (MDB) com 4% e Fernanda Melchionna (PSOL)com 2% da intensão dos votos. João Derly (Republicanos), Juliana Brizola (PDT) e Valter Nagelstein (PSD) têm 1% dos votos, cada. Outros somam 2%, enquanto branco/nulos aparecem com12%.  No entanto, os candidatos que não sabem ou não responderam à pesquisa apresentam somam 54% do total dos pesquisados na espontânea.

REJEIÇÃO

O prefeito Nelson Marchezan (PSDB) é o candidato com maior rejeição na pesquisa, com 37%; seguido por Manuela D’Ávila (PCdoB) com 28%, José Fortunati (PTB)com 15%, Júlio Flores (PSTU)  com 8%, João Derly (Republicanos) e Sebastião Melo (MDB) com 7%, cada; assim como Gustavo Paim (PP) e Rodrigo Maroni (PROS), ambos com 6% e Juliana Brizola (PDT)  e Valter Nagelstein (PSD), com 5%, cada. Fernanda Melchionna (PSOL)  tem 4% de rejeição, seguida por Luiz Delvair (PCO) com 3% e Montserrat Martins (PV) com 2%. Os que não sabem somam 14% e os que poderiam votar em todos são 3% dos pesquisados.


A pesquisa, encomendada pela RBS Participações S.A., foi realizada entre os dias 3 e 5 de outubro, com 805 entrevistados, tendo margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos e nível de confiança de 95%. A pesquisa Ibope para a Prefeitura de Porto Alegre tem registro no TRE: RS-07152/2020 


PESQUISA REALTIME BIG DATA No dia 23 de setembro, foi divulgada a pesquisa da RealTime Big Data, que também aponta Manuela D'Ávila com dez pontos à frente de José Fortunati, segundo colocado, seguido por Nelson Marchezan Jr e Sebastião Melo. Segundo a pesquisa, na votação estimulada D’Ávila lidera com 21%, seguida por José Fortunati (11%), e por Nelson Marchezan Jr e Sebastião Melo com 10% cada. Juliana Brizola obteve 4%, Fernanda Melchionna e Valter Nagelstein ficaram com 3% cada e Gustavo Paim com 2%. Os outros candidatos chegaram no máximo a 1% das intenções de voto. Neste cenário, brancos e nulos chegam a 15%, e 18% não sabem ou não responderam. No total, são 13 candidatos que disputam a eleição para a Prefeitura da capital gaúcha: Fernanda Melchionna (PSOL), Gustavo Paim (PP), João Derly (Republicanos), José Fortunati (PTB), Juliana Brizola (PDT), Manuela D'Ávila (PCdoB), Nelson Marchezan Júnior (PSDB), Rodrigo Maroni (PROS), Sebastião Melo (MDB) e Valter Nagelstein (PSD), Julio Flores (PSTU), Luiz Delvair (PCO) e Montserrat Martins (PV). Os três últimos não participaram dos debates devido ao critério de representação partidária no Congresso Nacional.

rodapé ed.png