CAMINHONEIROS BOLSONARISTAS PROMOVEM CARREATA DA MORTE EM SP, EM ATO CONTRA DÓRIA E A QUARENTENA

Revista Fórum - Caminhoneiros bolsonaristas voltaram a protestar nesta segunda-feira (18), em São Paulo, com mais uma carreata da morte. Eles protestam contra as medidas de isolamento adotadas pelo governador do estado, João Doria (PSDB), e manifestam apoio ao presidente Jair Bolsonaro, que minimiza a pandemia do novo coronavírus. A carreata se aproveitou do primeiro dia desde o início da quarentena sem rodízio ampliado na capital paulista. Andando em marcha lenta em por vezes parados, os caminhoneiros travaram o trânsito da Marginal Tietê, uma das principais vias expressas da cidade, no sentido rodovia Ayrton Senna.

Ao programa Brasil Urgente, de José Luiz Datena, lideranças do protesto afirmaram que ficarão paradas com seus caminhões na altura da Ponte das Bandeiras. A carreata da morte provocou 28 quilômetros de lentidão, o maior congestionamento desde o início da quarentena na capital paulista. São Paulo é o estado que mais concentra casos e mortes causadas pela Covid-19 em todo o país. Até esta segunda-feira (18), o Ministério da Saúde havia registrado 62.435 casos confirmados da doença e 4.782 óbitos.

rodapé ed.png